14/06/2016

Vídeo mostra captura de cobra de dois metros em Artur Nogueira

Após morador encontrar animal em sítio, Guarda Ambiental foi acionada e realizou resgate.

Um morador da zona rural de Artur Nogueira encontrou uma cobra de aproximadamente dois metros de comprimento na tarde desta terça-feira (14). Após prender o animal em uma peça construída em meio a plantação, o morador acionou a Guarda Ambiental. O vídeo registrado por um cinegrafista do Portal Nogueirense mostra o momento em que agentes realizam o resgate do bicho, que deve ser solto em local apropriado.

O produtor rural Edson Roberto Mauro, presidente da Associação de Feirantes e Ambulantes de Artur Nogueira (Afaan), cuidava dos peixes em seu sítio no Bairro São João dos Pinheiros, quando percebeu um barulho vindo do galinheiro. Já de sobreaviso quanto a possibilidade de haver algum animal devorando seus bichos, o produtor foi até o local e se deparou com uma enorme cobra.

O produtor prendeu o animal em uma peça e acionou a Guarda. Os agentes, utilizando equipamentos adequados, imobilizaram o animal e o prenderam em uma gaiola. Segundos os guardas a maior parte dos animais é devolvido à natureza. “Geralmente os soltamos no Matão da Usina, porém, quando estão machucados, encaminhamos eles para o Sítio Arurá, responsável por tratar deles e devolvê-los com saúde para a natureza”, explica o GCM Antunes que, junto com o GCM dos Santos, realizou o resgate do animal.

IMG_6630_3153caa4b96bd0ad63d404e03554079897808597

Apesar de não ser venenosa, a jiboia, assim como qualquer outro animal, costuma ser agressiva quando colocada em situações de estresse. Portanto, o risco num momento destes sempre é muito alto, afirma o GCM Antunes. De acordo com ele é indicado que ao avistar um animal que esteja em risco ou que coloque em risco à vida das pessoas, a Guarda Ambiental seja acionada imediatamente para que faça a devida apreensão e soltura do animal.

“Sempre é um risco muito grande. Apesar de não ser venenosa, uma picada de um animal destes pode provocar graves infecções”, garante o agente.

Com o resgate do animal, Edson conta que agora suas galinhas terão mais sossego, além do que, a própria jiboia terá também um espaço mais propício. “Estávamos acostumados a ver cobras grandes por aqui, mas igual a essa nunca tinha visto. Foi só um susto, graças a Deus”.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.