27/08/2019

Vereadores coletam assinaturas para projeto popular contra concessão do Saean

Parlamentares conversavam com moradores e explicavam qual o objetivo da ação e a importância da participação popular na causa

Da redação

Os vereadores nogueirenses Rodrigo de Faveri (PTB) e Professor Adalberto (PSDB), juntamente com alguns moradores do município, estiveram na manhã desse domingo (25), na Feira Livre de Artur Nogueira, para colher assinaturas para criar um Projeto de Iniciativa Popular na cidade. O intuito é revogar uma lei municipal que permite a Prefeitura conceder à iniciativa privada o Serviço de Água e Esgoto de Artur Nogueira (Saean).

Os parlamentares conversaram com moradores e explicaram qual o objetivo da ação e a importância da participação popular sobre o tema. Em seguida, os moradores que aceitaram participar do projeto tiveram os dados pessoais registrados em uma ficha, que posteriormente, deverão ser utilizados para a abertura do processo de iniciativa popular.

A ideia de criar um projeto de iniciativa popular para barrar a concessão do Saean teve início em agosto do ano passado (2018) e, desde então, moradores estão se mobilizando para colher assinaturas em Artur Nogueira.

O parlamentar Rodrigo de Faveri disse que a ação desse domingo foi feita para fortalecer a iniciativa. “Nós estamos ajudando nessa iniciativa para conseguir a assinatura de 5% dos eleitores da cidade, abrir um protocolo na Câmara e revogar a lei que autoriza a concessão do Saean. Não há motivos para vender o Saean, ele não é deficitário, dá lucro, então, não tem motivos para conceder ou vender uma empresa pública que é de todos os nogueirenses”, afirmou Faveri.

Professor Adalberto corrobora com o colega e cita a importância da participação da população na causa. “O nosso trabalho aqui é contribuir com a população de Artur Nogueira colhendo essas assinaturas. A participação e o apoio da população é muito importantes para que a gente consiga manter o Saean como uma autarquia municipal, impedindo, assim, a sua concessão. É um trabalho difícil, mas a gente está sendo bem recebido pela população”, completou Professor Adalberto.

O parlamentar explicou ainda que após a coleta das assinaturas, elas serão conferidas uma a uma. Uma vez protocolado, o Projeto de Iniciativa Popular terá que ser aprovado na Câmara por maioria simples, ou seja, sete votos favoráveis.

…………………………

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.