18/09/2019

“Torne público seu trabalho, porque nós não vemos”, diz Davi à secretária de Saúde de Artur Nogueira

Davi da Rádio (DEM) usou a fala livre no Plenário fazendo duras críticas ao trabalho desempenhado por Sandra Gaido e Ivan Vicensotti (PSB)

Da redação

Durante a última sessão ordinária da Câmara Municipal de Artur Nogueira, ocorrida na noite de segunda-feira (16), o vereador Davi da Rádio (DEM) fez duras críticas ao trabalho da Secretaria da Saúde e à gestão de Ivan Vicensotti (PSB). O parlamentar apontou que a melhoria no atendimento de pacientes do município não tem tido investimentos e a atenção necessária para otimizar filas de espera para transferências, cirurgias, entre outros fatores.

Na ocasião da sessão, Davi observou a presença de secretariados da Prefeitura, inclusive de Sandra Gaido, secretária de Saúde do município. Durante o pronunciamento, o vereador direcionou questionamentos e críticas à comissionada. Um dos pontos que foram destacados na fala do parlamentar, foi a falta de atendimento por parte do setor da Saúde por serem de indicações de vereadores de oposição à anual gestão municipal. “Hoje eu tenho a oportunidade de conversar com a senhora, a sua presença aqui não me intimida. Infelizmente, você não pode se manifestar aqui, mas que possa refletir em relação a situação do nosso município. Quero dizer que toda vez que a senhora se nega em atender uma indicação da oposição, a senhora se nega a atender a população de Artur Nogueira, não a mim. Várias indicações nós fizemos aqui e nada foi feito”, pontuou.

Davi continuou o tempo livre dele de fala no Plenário da Casa Legislativa para ressaltar que não é necessário comparar a situação do atendimento de saúde nas cidades da região com Artur Nogueira, mas sim, frisou que a gestão do município deve olhar para a população nogueirense, que é prejudicada em filas de espera para transferência e cirurgias. Mais uma vez, o pronunciamento foi direcionado à secretária de Saúde, Sandra Gaido. “Agradeça a oportunidade que a senhora tem, como advogada, de trabalhar na área da Saúde. Quem trabalha na área da saúde tem que gostar de pessoas e a senhora não demostra esse sentimento com funcionário, menos ainda com a população de Artur Nogueira. Eu não quero saber se Cosmópolis (SP) tá ruim, se Engenheiro Coelho (SP) tá ruim, se Jaguariúna (SP) tá ruim, eu sou vereador em Artur Nogueira. Não me venha com essa essa justificativa, eu tomo o meu tempo olhando para Artur Nogueira. Pessoas estão morrendo por causa do Cross (Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde) e eu torno público que tem pessoas que ficam 13, 15, 18 dias esperando uma transferência. ‘A culpa é do governo do Estado’, é a resposta. A justificativa de uma pessoa que tá morrendo no hospital é: está no Cross, e morre. Eu sei que o Cross é do governo do Estado, mas eu te pergunto: o que a senhora fez para sentar com o governador do Estado e com o secretário de Saúde do Estado para procurar uma solução? Torne público o seu trabalho, se é que o está fazendo, porque nós não vemos. E ainda recebe 13º salário?”, questionou.

O vereador também lembrou Sandra Gaido da Comissão Provisória da Saúde, criada no município para debater melhorias e soluções para o setor, porém, de acordo com ele, não houve melhorias significativas com essa atuação. Davi também falou sobre a falta de agenda em postos de saúde da cidade e alertou que irá solicitar respostas sobre os recursos na Saúde que não teriam sido investidos. “Nós criamos no início do mandato aqui uma comissão provisória de saúde, muita coisa do que foi dito e prometido, não aconteceu. Para mim é desumano. Eu não to fazendo política aqui, eu não preciso disso e não vivo da política, tenho minha profissão. Eu me propus a vir aqui para ajudar, o que eu já fazia com a minha profissão. Visite o hospital semanalmente como eu faço. Nos postos de saúde, as pessoas vão e a agenda tá fechada, quando abre, fecha no mesmo dia. As pessoas vão no Hospital Bom Samaritano (HBS) e aí joga-se a culpa no Hospital. A culpa é da gestão. Eu tenho aqui um relatório de milhões que a pasta da Saúde recebeu. Já prepara os documentos que eu vou querer saber centavo por centavo aonde foi. O que eu to fazendo aqui é o papel do vereador. Eu acho que o prefeito tem que dar prioridades, e a saúde é uma delas. Não adiante a cidade estar bonita, ter cesta básica, se as pessoas estão em em uma cama morrendo esperando uma cirurgia”, acrescentou Davi.

Para encerrar, Davi da Rádio disse que espera a atuação da secretária de Saúde, Sandra Gaido, e do Poder Executivo para mudar a situação da saúde no município nogueirense, como por exemplo, a realização de mutirões para reduzir filas de espera na rede pública. Ele também enalteceu o trabalho dos profissionais da saúde. “A senhora sabia que tem projetos que a sua pasta [Saúde] pode fazer e que vem recurso. O projeto do 192 que podem vir recurso, está engavetado. Que bom que a senhora veio aqui a pedido do prefeito ou de quem quer que seja, para eu poder falar com a senhora. Não vemos mutirão para zerar filas, não vemos dedicação, e a culpa não é dos funcionários. Temos excelentes enfermeiros, médicos, se não tivesse, Artur Nogueira estaria um caos, como os outros municípios. Não tenho nada contra a sua pessoa. Quero um dia poder te elogiar, porque hoje eu tenho tristeza em te olhar, porque reflete toda a dor que a população de Artur Nogueira tem na área da Saúde. A população está agonizando e a responsável que assumiu a pasta [Saúde] foi a senhora, faça a sua parte”, finalizou.

A próxima sessão ordinária da Câmara de Vereadores acontece na segunda-feira (23), a partir das 19h30. As pautas a serem tratadas na ocasião podem ser conferidas diretamente no site do Legislativo.

……………………………………

Tem uma sugestão de entrevista? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.