17/09/2018

Vereador pede cancelamento de contrato milionário feito pela prefeitura nogueirense

Rodrigo de Faveri (PTB) protocolou uma indicação ao Poder Executivo pedindo que o valor de R$ 2.514.800 seja aplicado na compra de alimentos para merenda escolar e medicamentos para a farmácia popular de Artur Nogueira

Da redação

O vereador Rodrigo de Faveri (PTB) apresentou uma indicação nesta segunda-feira (17) durante a Sessão Ordinária da Câmara de Artur Nogueira. O documento solicita que o contrato com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) seja cancelado, e o valor seja aplicado na compra de alimentos para merenda escolar e medicamentos para a farmácia popular nogueirense.

Segundo Faveri (PTB), o documento se fez necessário diante de um decreto – feito pelo prefeito Ivan (PSB) – que promove o contingenciamento de despesas e gastos no serviço público municipal, no âmbito do Poder Executivo, e dá outras providências. “Diante de alguns episódios que estamos acompanhando em nosso município, como dificuldades em nossa farmácia popular, na merenda escolar, eu fico me perguntando: ‘até quando nós, de Artur Nogueira, vamos permitir que a prefeitura celebre contratos milionários'”, questionou.

O contrato com a FIPE prevê o valor de R$ 2.514.800 para a fundação. Na indicação, o petebista pede que o valor seja destinado à compra de alimentos e medicamentos para o município. De acordo com o documento oficial, a justificativa está baseada na constante petição dos munícipes para que alguma providência seja tomada. “Chega de contratos milionários, vamos usar os recursos dos impostos para cuidar das necessidades do nosso povo”, pontua o edil.

O pedido registra que  muitos munícipes vêm à presença do vereador para fazer reclamações da falta e da qualidade da merenda escolar, bem como da falta de remédios na Farmácia Popular. O parlamentar destaca que a solicitação também vem de encontro ao anseio da população em as necessidades mais básicas dela.

“Falta o básico para o município. Até copo e papel higiênico tem faltado no velório da cidade. É muito triste, passar por despercebido. Eu estou aqui para trazer o conhecimento para a população. A prefeitura segura dotação orçamentária de uma empresa que foi contratada sem licitação e não tem dinheiro para comprar remédio e massa de tomate”, disse durante a plenária.

A indicação será encaminhada para a prefeitura de Artur Nogueira que analisará se o pedido procede.

Confira a justificativa na íntegra:

“Esta indicação se faz justa e necessária, tendo por finalidade liberar estes recursos de grande dotação orçamentária já que o contrato não está sendo executado e sugiro que os recursos liberados sejam destinados à Merenda Escolar e à farmácia Popular, para aquisição de medicamentos à população.

Muitos munícipes vêm à presença desse vereador reclamando da falta e da qualidade de nossa Merenda Escolar e muitos outros reclamam da falta de remédios na Farmácia Popular. Por isso, esta solicitação vem de encontro ao anseio da população em suas necessidades mais básicas.

Ressalte-se, que há constantes matérias jornalísticas e manifestações populares, dando conta da falta e da péssima qualidade da merenda escolar, servida aos alunos da rede pública, bem como também, da falta de medicamentos.

Por se tratar de uma obrigação da Administração Pública zelar pelo bem estar de sua população, é que se faz necessária tal reivindicação”.

——————————————————————————-


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.