14/02/2022

Vereador Melinho propõem redução de salário aos vereadores de Artur Nogueira

Redução proposta será de 20% e pode gerar economia de mais de meio milhão de reais aos cofres públicos

Da redação

Começa a tramitar na Câmara Municipal de Artur Nogueira nesta segunda-feira (14) o Projeto de Lei (PL) que prevê redução no valor dos salários dos vereadores desta legislatura. A proposta foi elaborada pelo vereador Melinho (DEM), que propõe a diminuição em 20% dos vencimentos mensais e justifica que o valor deve ser gasto na área da saúde, em especial, no combate ao novo coronavírus. Até 2024 a economia pode ultrapassar os R$ 600 mil.

O projeto precisa passar por duas sessões, a primeira para leitura e a segunda para observações e votação. Caso aprovada a redução, o PL precisa ainda da sansão do prefeito Lucas Sia (PSD). Até 31 de dezembro de 2024, a redução de 20% deve gerar R$ 623.415,30 em economia aos cofres públicos.

Em sua justificativa, Melinho afirma que “Cada qual está colaborando da forma que poder entendo eu que chegou a hora, de nós, políticos, parlamentares, darmos nossa parcela de colaboração, abrindo mão de um direito nosso, estabelecido em lei, sendo denominados subsídio mensal, pelos trabalhos legislativos, aplicando uma redução nos atuais subsídios mensais, e, permitindo que o executivo, com esta economia, possa aplicar em favor daqueles, mais necessitados”, argumenta.

O vereador reforça a economia. “Se multiplicarmos o valor economizado mensalmente, no valor de R$ 18.335.74, com redução dos nossos 12 vereadores, e, se somarmos até o final do mandato, 34 meses, alcançaremos o importe total de R$ 623.415,30, valor significativo, levando em conta a sua somatória”, informa.

O Portal Nogueirense transmite a sessão que será feita a leitura do Projeto de Lei (PL) nesta segunda-feira (14), ao vivo, às 18h30.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.