06/02/2020

Vereador aciona MP após arquivamento de denúncia contra Ivan

Davi Fernandes protocolou denúncia à promotoria de Justiça após arquivamento de denúncia por improbidade administrativa

Da redação

O vereador de Artur Nogueira, Davi Fernandes (DEM), protocolou no Ministério Público (MP) na tarde desta quinta-feira (6), um pedido de apuração quanto à Comissão Processante formada para analisar a denúncia de improbidade administrativa de Rodrigo de Faveri (PTB) contra o prefeito Ivan Vicensotti (PSB). Vale ressaltar que Davi atuou como relator no processo de apuração da Comissão.

De acordo com as palavras do parlamentar registradas no documento entregue ao MP, “a Comissão Processante não realizou qualquer ato ou diligência a qual fora constituída, uma vez que os demais membros, vereadores Ermes Dagrela e Milton Rodrigues, sem colher qualquer prova ou ouvir qualquer testemunha, decidam pelo arquivamento do feito, contrariando a posição deste vereador relator”. Davi atuou como relator na referida Comissão Processante.

Em seguida, o documento destinado à promotora de Justiça do município também destaca que, “inconformado, com a decisão do Plenário e principalmente com a conduta omissiva dos vereadores Ermes e Milton, tomei a liberdade de juntar os documentos que instruem a denúncia por entender serem graves as acusações que pesam contra o prefeito municipal e esperando que, caso seja de interesse do Ministério Público, seja proposta Ação Civil Pública contra o prefeito municipal”.

O parlamentar se pronunciou ao Portal Nogueirense após o atendimento do MP. “Procurei o Ministério Público para dar ciência com relação à decisão tomada pela Comissão Processante. Não concordo com a maneira que a Comissão foi conduzida. O arquivamento ocorreu sem que houvesse nenhuma reunião da Comissão, e no meu entendimento, a defesa apresentada pelo prefeito não foi suficiente e eu gostaria de continuar as investigações com oitiva das testemunhas e também com as diligências, se necessário. No entanto, fui tolido pelos outros vereadores que participaram da Comissão. Foi um processo prematuro de apuração. Então trouxe os documentos à promotoria para análise”.

O caso que envolve a denúncia de Faveri contra Ivan Vicensotti, por improbidade administrativa, apesar de ter sio arquivada mediante decisão da maioria dos vereadores da Câmara, está em análise do MP.

…………………………

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.