28/11/2016

Uso de jogos auxilia psicopedagogos no incentivo a aprendizagem

Entenda a importância dos jogos como recurso para melhorar o aprendizado

Informe publicitário

Brincadeiras e jogos sempre estiveram presentes na vida das crianças. Através da brincadeira a criança representa o mundo dos adultos, ela aprende a conviver com as regras, expressa seus sentimentos e medos, angústias e traumas. A criança é capaz de superar os desafios, de aprender com facilidade e querer continuar aprendendo, tudo isso através de uma brincadeira.

1-1479926045

Segundo Piaget (1975), é nas brincadeiras a criança desenvolve a criatividade através do faz-de-conta e trabalha o que tem de mais sério, necessário e vital: o crescimento e desenvolvimento da personalidade e da vida. Na medida em que favorece o processo da criança, o brincar enriquece os espaços de aprendizagem.

Dessa forma, o psicopedagogo se utiliza dos jogos como grandes aliados no que diz respeito a construir relações lógicas, aprender a raciocinar e rever o porquê dos erros e acertos. Procura resgatar seus processos internos de apreensão da realidade nos aspectos cognitivo, afetivo-emocional, e dos conteúdos, motivados em busca de uma aprendizagem prazerosa.

A psicopedagoga Adriana Hilário é formada em Pedagogia, Psicopedagogia e Educação Especial Inclusiva pela Universidade Adventista de São Paulo (Unasp). Adriana atende na Clínica Caritas toda terça e quinta-feira, das 8 às 19 horas. Você pode entrar em contato com ela pelo telefone (19) 3877-5313, e-mail adriana.halmeida@hotmail.com, ou no endereço: Av. 15 de novembro, 892 , bairro São Vicente.

Referência: PIAGET, J. A função semiótica ou simbólica. In: A psicologia da criança. Lisboa: Moraes, 1975.


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.