11/03/2022

Tenente Marcelo repudia fala de deputado sobre mulheres ucranianas

Vereador disse que a fala de Arthur do Val, o Mamãe Falei, foi infeliz

Da redação

O vereador Tenente Marcelo (PSL), repudiou o episódio em que o deputado estadual Arthur do Val, o Mamãe Falei, faz comentários sexistas das mulheres ucranianas, que sofrem por causa da guerra de seu país com a Russia. Nos áudios enviados para amigos e que vazaram, o deputado afirmou que as mulheres ucranianas são “fáceis porque são pobres”.  O comentário foi feito durante a viagem de Arthur à Ucrânia, na qual o deputado afirma ter atuado para auxiliar a população do país invadido pela Rússia.

Durante a sessão da Câmara, Tenente Marcelo chamou a atenção para o ocorrido. “Eu gostaria de falar sobre um coisa infeliz que aconteceu no nosso país. O deputado, como é o nome dele, o infeliz lá… Artur do Val. Estamos na semana da mulher, parabenizando, falando bem, elogiando as mulheres e o canalha disse, um tal de Mamãe Falei, que as ucranianas são muito fáceis, porque elas são pobres”, iniciou o vereador.

Em seguida, ele disse que o deputado foi infeliz no comentário.  “Então, um cidadão desse, que faz turismo sexual por ai, não é só ele não, tem gente que vem para o Brasil para turismo sexual, tem meninas na beira de estrada que os caminhoneiros se aproveitam delas, no Nordeste tem turismo sexual, no Rio de Janeiro tem turismo sexual, em todo lugar tem, mas ele foi muito infeliz na fala dele”, comentou o policial militar da reserva.

O parlamentar disse ainda que a viagem não deu certo como o deputado pretendia. “Eu acho que ele foi pra Ucrânia pensando que ia se dar bem lá na guerra  e ele é o primeiro cara que eu vi morrer na guerra sem tomar um tiro, ele mesmo se matou”, ironizou o vereador nogueirense.

Por fim, ele repudiou a fala do deputado paulista. “Eu deixo aqui o meu repúdio ao que ele falou e assim como ele, sabemos que tem muitas pessoas que se aproveitam da desgraça do outros e aqui em Artur Nogueira deve ter algum se aproveitando de alguém nesse momento”, concluiu Tenente Marcelo.

deputado Arthur do Val: foto/Alesp

Entenda a Polêmica

De acordo com a Agência Brasil,  Arthur do Val foi à Ucrânia em meio ao conflito instaurado no país e chegou a postar uma foto nas redes sociais, na qual estaria ajudando a produzir coquetéis molotov para combater soldados russos. Ao deixar o país, na fronteira com a Eslováquia, o deputado enviou um áudio a amigos, elogiando a beleza das refugiadas. Em seguida, afirmou que pretende voltar ao Leste Europeu e disse que as mulheres são “fáceis” por serem pobres.

“Assim que essa guerra passar eu vou voltar pra cá. E detalhe, elas olham. E são fáceis, porque elas são pobres. E aqui minha carta do Instagram, cheio de inscritos, funciona demais. Não peguei ninguém, a gente não tinha tempo, mas colei em dois grupos de minas e é inacreditável a facilidade”, disse ele no áudio.

Na chegada ao Brasil, o deputado deu entrevistas confirmando ser o autor do áudio e retirou sua pré-candidatura ao governo de São Paulo. Ele reconheceu ter cometido “um erro em um momento de empolgação”.

“Não é isso que eu penso. O que eu falei foi um erro em um momento de empolgação. A impressão que está passando aqui é que eu cheguei lá, tinha um monte de gente, e eu falei: ‘quem quer vir comigo que eu vou comprar alguma coisa’. Não é isso. Eu fui pra fazer uma coisa, mandei um áudio infeliz e a impressão que passou é que fui fazer outra coisa”.

As falas do deputado causaram repulsa e indignação. A Assembleia Legislativa abriu um processo contra o deputado que pode o levar a perder o mandato.


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.