16/08/2018

Saean pode ter motivado briga entre vereadores

Ambos os parlamentares, Faveri e Dagrela, destacaram que o desentendimento se deve a decisões políticas

Da redação

A desavença entre os vereadores Ermes Dagrela (PR) e Rodrigo de Faveri (PTB) pode ter sido motivada pela privatização ou não do Serviço de Água e Esgoto de Artur Nogueira (Saean). Ambos os parlamentares, Faveri e Dagrela, destacaram que o desentendimento se deve a decisões políticas. A briga aconteceu no final da manhã desta quinta-feira (16) em frente à Câmara Municipal.

O petebista contou que tudo se iniciou com a discussão sobre assinar ou não da Lei Orgânica do Município. Fato que possibilitaria o impedimento da concessão do Saean. “Ontem começou! Tinha uma discussão sobre assinar ou não a emenda sobre a Loman”, pontuou momentos após a briga.

Corroborando a fala do parlamentar com relação aos aspectos políticos, o presidente da Casa de Leis foi breve. “Isso que aconteceu foi relacionado a desentendimentos políticos”, disse já na Delegacia de Polícia Civil, antes de prestar depoimento.

Posicionamento de Ermes (PR) sobre a privatização do Saean 

Ao lado da então vereadora Zezé da Saúde (PR) – atual vice-prefeita -, Ermes Dagrela (PR) foi contra o processo que levaria a concessão do Serviço de Água e Esgoto de Artur Nogueira (Saean) em 2014. Anos depois, o assunto retorna à Casa de Leis, porém o presidente do Legislativo ainda não se posicionou em definitivo. Dagrela (PR) se limitou a dizer, por enquanto, que caso o edital do processo licitatório apresente erros, ele não será a favor da privatização da autarquia.

“Em 2013, por três vezes eu participei da impugnação da privatização do Saean. Hoje, se estiver errado o edital, eu estarei com o pessoal que está entrando junto ao Ministério Público”, afirmou o presidente da Câmara. Ele destacou ainda que não é vereador de oposição ou situação. “Sou vereador atuante e do povo e quero deixar minha marca. Pelos meus 1.182 votos irei analisar o edital, se tiver erro, darei minha posição”, corroborou.

Em entrevista ao Portal Nogueirense em 2016, Ermes (PR) foi indagado sobre como o atual prefeito Ivan Vicensotti (PSB) – recém eleito à época – deveria lidar com o assunto de uma possível concessão do Saean. A resposta do vereador foi enfática. “O Ivan deve nos apoiar na opinião de não privatizar o Saean. Lidando da melhor maneira em benefício da população”, disse.

Posicionamento de Faveri (PTB) sobre a privatização do Saean 

A possibilidade da privatização da autarquia gerou diversas críticas e questionamentos por parte dos vereadores, sobretudo Rodrigo de Faveri (PTB). Durante a última plenária, parlamentares afirmaram que há uma maneira de se evitar a concessão: alterar a Lei Orgânica do município.

Até o momento, cinco vereadores se posicionaram a favor da medida. Mas, para que o projeto seja proposto, são necessárias sete assinaturas. O vereador Rodrigo de Faveri (PTB) se dirigiu à tribuna, estendeu um banner no púlpito com os dizeres “#ASaeanÉNossa” e fez um resgate histórico do órgão. Segundo ele, até 2001, a Água e o Esgoto de Artur Nogueira eram cuidados por um departamento da prefeitura, o qual recebia muitas reclamações referentes à qualidade e distribuição dos serviços.

No ano seguinte (2002), criou-se o Saean. O vereador resgatou que a concepção da autarquia foi aprovada em plenário de maneira unânime, profissionalizando a prestação das atividades de acordo com o legislador petebista.

De 2003 a 2013, o desenvolvimento do Serviço serviu de exemplo aos municípios vizinhos. “Visitavam Artur Nogueira com o intuito de aprender”. Mas, em 2014, a Casa de Leis mudou a Lei Orgânica e aprovou a possibilidade da concessão do Saean. “Nesse período vivia-se uma crise hídrica no Estado de São Paulo e a cidade estava à beira de faltar água”, lembrou.

Contudo, entre 2015 e 2016, houve o impedimento de maneira legal para que a concessão não acontecesse. “As chuvas voltaram e o abastecimento retornou gradativamente. Diante destes fatos, ressalto que o destino do Saean é nosso. O Saean é nosso! Não falo isso com fins eleitoreiros, mas falo de coração, pois ela faz parte da nossa cidade. Tenho certeza que assinando esse projeto, essa Casa de Leis vai entrar para a história, impedindo a privatização da autarquia”, enfatizou.

Cinco parlamentares já sinalizaram que irão lutar em defesa do Serviço de Água e Esgoto do município. São eles: Adalberto Di Lábio (PSDB), Davi da Rádio (DEM), Lucas Sia (PSD), Rodrigo de Faveri (PTB) e Zé Pedro Paes (PSD).

Leia mais

Possível privatização do Saean gera críticas e dúvidas em vereadores

Presidente da Câmara de Artur Nogueira agride Rodrigo de Faveri

Ermes vai à delegacia e registra queixa contra Faveri

.……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.