16/10/2018

“Quem não quer ou suspeita de alguma coisa, entre na justiça”, diz Ermes

Presidente da Casa de Leis respondeu diretamente ao vereador Professor Adalberto (PSDB)

Da redação

O parlamentar Professor Adalberto (PSDB) comentou sobre a antecipação do fechamento da pauta da Sessão Ordinária desta segunda-feira (15). Ermes Dagrela (PR), presidente da Câmara de Artur Nogueira e responsável pela definição da pauta, justificou o ato e ainda afirmou, àqueles que suspeitam da atitude, que entrem na justiça contra ele. De acordo com o peessedebista, assuntos deixaram de ser tratados devido ao fato.

Segundo Regimento Interno da Casa de Leis, no art. 152, a pauta precisa ser fechada em até 24h antes da sessão. Na época da elaboração do regulamento, pela resolução 084 de 11 de novembro de 2010, as plenárias eram realizadas às quartas-feiras, fato que – segundo o peessedebista – dificultava o fechamento das temáticas. Porém, atualmente, as sessões ocorrem às segundas-feiras. “Eu entendo que por ter tido o feriado na sexta [Dia da Padroeira do Brasil], tinha que ser antecipado”, ponderou. Ermes (PR) definiu a pauta na terça-feira (9) por volta das 15h.

O presidente do Poder Legislativo confirmou que possuía um compromisso pessoal e precisava se ausentar. Assim, o tucano lembrou do art. 23, no parágrafo 1º, do Regimento Interno que diz que sempre que tiver de se ausentar do município, automaticamente, o presidente passará o exercício da presidência ao vice-presidente, ou na ausência deste, ao 1º secretário. “Baseado nisso, não havia a necessidade do fechamento da pauta na terça-feira [9] próximo das 15h por ausência do presidente justificando que ele teria uma viagem para fazer. Por que? Porque eu estava na Casa e certamente o vereador José da Elétrica [PRP] também estava. Não tinha mais nada para fechar? Para colocar na pauta?”, questionou.

Professor Adalberto (PSDB) alega que alguns assuntos eram para entrar na pauta da plenária, como o projeto de utilidade pública da Folia de Reis. “O que é correto é correto. Poderia ter fechado a pauta antes? Poderia, se não tivesse mais nada. Tem outro projeto do nobre vereador Rodrigo de Faveri [PTB] que ficou de fora, o projeto meu e dos companheiros que foi vetado sobre o Banco de Materiais de Construção também poderíamos ainda ter analisado na terça ou na quarta e pautado. Ficou muita coisa fora”, exclamou. E reclamou, “fica aqui o meu protesto por este ato que eu acredito ser um direito meu até porque eu evoquei aqui o Regimento desta Casa. Que isso preferencialmente não volte a ocorrer nesta Casa porque são 12 homens aqui que trabalham sério, trabalhando para o bem do nosso município. O que é certo, é certo”.

O responsável pela Mesa Diretora afirmou que o fechamento da pauta é uma atribuição do presidente da Câmara. “Sou eu o responsável, e me responsabilizo. Quem não quer ou suspeitar de alguma coisa, entre na justiça. A justiça decide”, frisou. De acordo com o edil, ele antecipou o processo, pois não havia outros assuntos de interesse para a pauta.

Ermes Dagrela (PR) declarou que a atitude não foi de má fé. “Está claro, eu não fiz com má intenção, fiz com boa intenção, meu parente foi acidentado e eu tive que sair às pressas. Não tinha coisa de urgência na pauta e eu fechei. Fechei sim, e se precisar eu fecho novamente, a justiça está aí para resolver”.

Leia mais

Pauta da Sessão da Câmara de Artur Nogueira é definida com antecedência

De 133 projetos apresentados, Câmara de Artur Nogueira rejeita apenas dois

Cristiano garante que nova rodoviária está prevista no orçamento municipal

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.