04/03/2020

Professores em paralisação retornam às aulas em Artur Nogueira

Greve havia ocorrido nesta terça-feira (3) em apoio à paralisação estadual dos profissionais da rede

Da redação

Após a paralisação de alguns professores da rede estadual de ensino em Artur Nogueira, nesta terça-feira (3), os docentes retornaram ao trabalho normalmente nesta quarta-feira (4). O motivo da paralisação ocorreu em apoio à greve dos professores no Estado de São Paulo, anunciada pela mídia.

A paralisação dos professores nesta terça-feira mobilizou profissionais de todo o Estado de São Paulo. O ato ocorreu em protesto contra a medida do governo de João Doria (PSDB) em relação à proposta de reforma da previdência indicada e o abono salarial proposto pelo governo estadual. Na tarde desta terça-feira (3), a sede da Assembleia Legislativa (Alesp) foi ocupada por professores enquanto ocorria a votação em 2º turno das medidas impostas pelo governo, incluindo a PEC 18/2019. O local foi palco de protestos e de ação policial contra os manifestantes.

Mesmo com o ato de greve e manifestação, a reforma da previdência foi aprovada com 59 votos. O primeiro turno da votação havia ocorrido em 18 de fevereiro, com 57 votos a favor, incluindo o voto do presidente da Alesp, Cauê Macris (PSDB).

Das seis escolas estaduais de Artur Nogueira, em três delas houve paralisação de parte dos professores. Na Escola Prof. Armando Falcone houve a paralisação de 98% dos professores, na Escola Severino Tagliari ocorreu a paralisação de 25% dos profissionais e na Escola João Baptista Gazolla, 80%. Mesmo com a greve, as aulas nas unidades não foram totalmente paralisadas. A greve no estado teve o apoio do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) e do Centro do Professorado Paulista (CPP).

Já na manhã desta quarta-feira (4), os professores retornaram às aulas normalmente.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.