29/04/2022

Prefeitura realizará cerimônia de tombamento de figueira em Artur Nogueira

Projeto de Lei é de autoria do vereador Melinho (DEM), e visa a proteção da árvore com mais de 60 anos de existência; ato simbólico acontecerá neste sábado

Da redação

A Prefeitura de Artur Nogueira, por meio da secretaria de Meio Ambiente, realizará a cerimônia de tombamento da árvore (figueira) histórica localizada na Avenida Belizário Neves, no Jardim Carolina. Um ato simbólico marcará o tombamento neste sábado (30), às 10h, com presença de autoridades locais. A cerimônia integra as celebrações dos 73 anos do município.

O Projeto de Lei (PL) que prevê o tombamento é de autoria do vereador Melinho Tagliari (DEM), e visa a proteção da árvore com mais de 60 anos de existência, que já integra o patrimônio cultural, histórico e ambiental da cidade. O PL foi apreciado pelo Executivo Municipal e sancionado pelo prefeito Lucas Sia.

Com o tombamento, a figueira em nenhuma hipótese poderá ser podada ou cortada, aleatoriamente, salvo, mediante autorização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, após expedição de laudo próprio, para os procedimentos.

De acordo com a secretária de Meio Ambiente, Tamiris Artuzi, o tombamento busca preservar as raízes culturais da cidade e resguardar a espécie de ações irregulares, do descaso e do descuido. “Precisamos despertar na população o amor pelo seu patrimônio histórico, principalmente aqueles que são ambientais. Essa árvore faz parte de nossa cidade e sua preservação é de extrema importância”, disse.

Uma placa será colocada no local, identificando a espécie da árvore e sua referência histórica junto à comunidade.

HISTÓRIA DA ÁRVORE

Plantada em meados de 1.959, pelos moradores Alcides Amaro Rodrigos (Chino Amaro) e Oswaldir Pietrobon (Dico), a espécie vegetal ganhou vida e tornou-se uma referência paisagística e cênica do município nogueirense.

O vereador Melinho destaca que um dos objetivos do tombamento é manter longe do esquecimento todas as histórias envolvidas, respeitando os cidadãos que a plantaram. Ele salienta que a figueira é considerada também a maior e mais frondosa árvore existente na cidade.

“O tombamento leva em conta a longevidade da figueira e incluem critérios de raridade, antiguidade, beleza, valor histórico, paisagístico e ambiental, uma vez que se torna quase impossível ao passar pela avenida não visualizar a sua magnífica imponência e beleza”, defendeu o decano.

.………….…………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.