25/02/2020

Prefeitura e empresa terceirizada se posicionam sobre suposto choque em Davi da Rádio

Empresa afirma que não trabalha com equipamentos de choque

Da redação 

A Prefeitura de Artur Nogueira e empresa terceirizada que faz a segurança do Carnartur se posicionaram sobre o possível choque tomado pelo vereador Davi da Rádio. Em nota o Poder Executivo afirma que Davi estava alterado. Já a empresa de segurança diz que não possui equipamento capaz de dar choque em alguém.

Confira a nota da Prefeitura de Artur Nogueira

A Prefeitura de Artur Nogueira, através da organização do Carnartur 2020 vem a público esclarecer os fatos envolvendo o Sr. Davi Fernandes, na data de ontem (24/02/2020), na condição de folião . Após apuradas informações, foi constatado que o respectivo folião se apresentou à equipe de enfermagem do evento solicitando socorro a uma terceira pessoa; ao ser informado que o socorro estava em atendimento e que uma outra ambulância havia sido solicitada, o folião decidiu por conta própria procurar atendimento médico a este terceiro.

Segundo a equipe de socorro que atendeu a solicitação do folião, o mesmo encontrava-se visivelmente alterado e a partir de então passou a proferir ofensas à equipe e se dirigiu então a um local considerado como “zona morta” do fechamento afim de se retirar do espaço do evento; ao ser informado que naquele espaço era proibida a passagem por questões de segurança, o folião passou a forçar sua saída, tentando insistentemente enfrentar o controlador de acesso, da empresa terceirizada,  que se encontrava no local.

A Organização do Carnartur 2020 reitera que o sistema de segurança do evento deve ser seguido a risca por todos os foliões, independentemente da situação e de sua representatividade. A Organização lamenta profundamente o ocorrido e ressalta ainda que irá acompanhar os desdobramentos do caso, e que se coloca à disposição para esclarecer e elucidar o ocorrido da melhor forma possível.

O que diz a empresa?

A empresa de segurança terceirizada, através de nota diz que são responsáveis pelo controle de acesso e não possui nenhum equipamento dessa natureza, bem como suas funções são de única e exclusivamente o controle de acesso das portarias e “zonas mortas” do evento. A empresa ressalta ainda que, não realiza nenhuma ação diretamente ligada à segurança, e que essa atividade é de responsabilidade das forças de segurança municipal e estadual.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.