15/03/2018

Polícia prende suspeito de matar mulher a tiros em Artur Nogueira

Ex-companheiro de Ana Paula se entregou à polícia nesta quinta-feira (15)

Da redação

A Polícia Civil de Artur Nogueira prendeu o ex-companheiro de Ana Paula de Araújo dos Santos, que morreu após ser alvejada na noite de 6 de março, no Jardim Jatobá. Ele era apontado como principal suspeito pelo crime e se entregou às autoridades nesta quinta-feira (15). Segundo a polícia, o homem foi encaminhado para a Cadeia Pública de Sumaré (SP).

Ana Paula de Araújo dos Santos foi morta após receber vários tiros. O crime aconteceu por volta das 23h30 na Rua Luiz Spadaro Cropanize, no Jardim Jatobá, que fica localizado atrás do Balneário Municipal Guilherme Carlini. Segundo a Polícia, Ana Paula conduzia uma Honda/Bis quando foi alvejada com sete tiros. Uma ambulância foi acionada ao local, mas ela já havia entrado em óbito. A principal suspeita é que o crime tenha sido passional. Ela tinha 28 anos e morava no Itamaraty com uma amiga e dois filhos pequenos.

A participação do suspeito no crime de homicídio foi negada pelo advogado dele. A Polícia Civil, no entanto, não descarta nenhuma linha de investigação, e o principal suspeito pelo crime é o ex-amásio de Ana Paula, devido ao histórico de ameaças citadas tanto em um Boletim de Ocorrência (B.O.), registrado em 2016, quanto por familiares e testemunhas que conheciam a jovem.

Segundo a polícia, novas informações serão divulgadas na manhã desta sexta-feira (16).

Leia mais

Parentes de vítima assassinada em Artur Nogueira prestam depoimento na Delegacia

Delegado de Artur Nogueira suspeita de crime passional em assassinato

Ana Paula de Araújo dos Santos, moradora de Artur Nogueira, falece aos 28 anos

Mulher é assassinada a tiros em Artur Nogueira

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.