03/07/2019

Polícia Civil de Artur Nogueira prende acusado por assalto ocorrido em 2017

Prisão ocorreu mediante o cumprimento de um mandado de prisão preventiva, expedido pela Justiça

Da redação

A Polícia Civil de Artur Nogueira prendeu, nesta segunda-feira (2), um acusado de envolvimento com uma crime de assalto à mão armada. O delito ocorreu em uma propriedade rural do município, em 2017. Na ocasião, uma família havia sido rendida e feita refém, tendo diversos pertences subtraídos.

Pelo menos quatro indivíduos teriam participado do crime de assalto. Na ocasião do delito, os acusados invadiram a propriedade e renderam a família. Valores em dinheiro (R$ 16 mil), joias e celulares foram roubados dos moradores, tendo elas sido ameaçados de serem queimados com o uso de líquido inflamável pelos criminosos.

Após o roubo, os indivíduos deixaram o local. Já na manhã desta segunda-feira (2), agentes do setor de Investigações da Polícia Civil de Artur Nogueira estavam em posse de um mandado de prisão preventiva, em desfavor do acusado, de 63 anos. Ao se deslocarem à residência do procurado pela Justiça, no Jardim Blumenau, os policiais tiveram êxito em localizá-lo.

Na ocasião, foi comunicada a ordem de prisão ao indiciado, que não apresentou resistência à abordagem. Ao ser detido, o acusado foi levado à Delegacia, onde a prisão foi efetivada. Posteriormente, o capturado seria encaminhado à uma unidade prisional da região, onde deve cumprir pena pelo crime.

Em 26 de fevereiro deste ano (2019), outro acusado de envolvimento no mesmo crime já havia sido preso, também sob mandado de prisão, expedido pela Justiça. Ele também se encontra em regime de reclusão cumprindo pena pelo delito.

Leia mais

Homem acusado de participar de assalto em 2017 acaba preso em Artur Nogueira

.……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.