15/09/2019

PM captura dois procurados pela justiça em Artur Nogueira

Ambos eram procurados pelo cometimento do crime previsto na lei Maria da Penha

Mariana Avanzzi

A equipe intermediário da Polícia Militar (PM) prendeu um homem procurado pela justiça, no bairro Arrivabene. O rapaz foi localizado na noite deste sábado (14), durante uma abordagem policial. Outro procurado, um senhor de 60 anos, também acabou preso pelo cometimento do crime de lesão corporal e foi detido neste domingo (15). Os dois estão à disposição da justiça.

A PM estava em patrulhamento de rotina pelo bairro Jardim Arrivabene III, quando visualizaram um indivíduo que, ao notar a presença policial, demonstrou um certo nervosismo e por isso teria sido abordado e submetido à busca pessoal.

Durante a revista, nada de ilícito foi encontrado, mas ao realizar a consulta dos documentos do suspeito, foi possível verificar que tinha diversas passagens pela polícia e um mandado de prisão em seu desfavor. Diante dos fatos, o homem recebeu voz de prisão e foi levado até a Delegacia de Polícia Civil de Artur Nogueira.

No plantão policial, um Boletim de Ocorrência (BO) de captura de procurado foi elaborado e após as formalidades, o acusado permaneceu à disposição da justiça.

Outro capturado

Outro procurado pela justiça também foi preso pela Polícia Militar (PM). Na ocasião, os policiais foram atender uma ocorrência que seria de um desentendimento no bairro Nosso Lar. Porém, ao chegarem no local informado, um homem de 60 anos teria dito que não havia nenhuma briga.

Mas os policiais resolveram consultar os documentos do senhor e foi possível constatar um mandado de prisão pelo cometimento do crime de lesão corporal. Sendo assim, o homem foi conduzido até a Delegacia de Polícia Civil, onde ficou à disposição da justiça.

…………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.