11/08/2019

“Para ser pai é preciso ter os pés no chão e a cabeça no lugar”, diz nogueirense

Após ser submetido à uma delicada cirurgia, Antônio Donizete Lucas teve nova oportunidade de vida junto à família

Diego Faria

O morador de Artur Nogueira, Antônio Donizete Lucas, de 63 anos, é pai de quatro filhos e após ser submetido à uma delicada cirurgia, teve uma nova oportunidade de vida junto à família. Neste domingo (11), em que se comemora o Dia dos Pais, ele relata a marcante experiência da paternidade e o que essa “missão” representa para ele.

Natural de Itobi (SP), Antônio reside no município nogueirense desde 1971, quando chegou à cidade junto com uma trupe do extinto Circo Rodeio Pena Branca, no qual desempenhava o papel do palhaço Pitomba. Atualmente ele trabalha como motorista, mas na cidade também já teve o ofício de açougueiro e, posteriormente foi auxiliar de enfermagem junto à equipe do conceituado médico Dr. Décio Queiroz Telles.

Já divorciado de duas ex-esposas, os casamentos lhe proporcionaram a experiência de ser pai de quatro filhos: Alexandre de 42 anos, Karina de 39; Willian de 35 e Joyce, de 20. Ao ser questionado sobre a experiência de ser pai, Antônio relata que o amadurecimento sempre fez parte desta grande missão. “A gente fica meio bobo quando descobre que vai ser pai. Essa foi uma grande surpresa para mim, porque eu também não esperava ser pai. A paternidade nos muda bastante. Ficamos mais maduros e, com isso, criamos mais responsabilidade também”, relata.

O senso de pai sempre levou Antônio a se preocupar muito com os filhos, fazendo com que ele fizesse sempre o possível para oferecer o melhor para eles. “O maior desafio que eu enfrentei ao ser pai foi a preocupação com o bem estar dos meus filhos. Sempre estive correndo pra lá e pra cá com eles. Quando eram pequenos e precisavam de médico, eu estava sempre junto deles. Já quando são adolescentes, sempre queremos saber onde e com quem eles estão, isso é natural e todo pai passa por isso”, reflete.

Hoje com os filhos já crescidos e encaminhados, esse nogueirense também se tornou avô, tendo 5 netos no total, com idades entre 8 e 22 anos. Nessa fase da vida, Antônio diz que os netos lhe fazeram ser um pouco pai deles também. Nos dias de hoje, Antônio acredita que o mundo está mais complexo no que diz respeito a relacionamentos, respeito e segurança, onde ser pai se tornou um desafio e uma responsabilidade ainda maior. “Hoje em dia existe muita violência, vem aumentando a criminalidade. Quem é pai está sempre se deparando com essas questões. Mas eu tive sorte, meus filhos nunca me deram muito trabalho, eu agradeço a Deus por eles, são muito importantes na minha vida”, declara.

Em janeiro deste ano (2019), Antônio passou por uma experiência marcante. Depois de apresentar um problema de pedra na vesícula, ele precisou passar por uma delicada cirurgia, deixando os filhos e toda a família aflitos. Os sintomas de dores haviam começado ainda em setembro de 2018, lhe causando muita angústia. Após passar por diversas consultas médicas no município, que não esclareciam ao certo o real problema que ele tinha, Antônio foi então internado com uma grave infecção, chegando a emagrecer cerca de 14 quilos.

Já às vésperas da data da cirurgia, a família dele foi solicitada a comparecer no Hospital de Clínicas da Unicamp para assinar um termo de responsabilidade, em vista do procedimento arriscado que teria que ser realizado na unidade médica. Sem terem outra alternativa e muito preocupados com o resultado da cirurgia que o pai seria submetido, os filhos sabiam que a situação poderia resultar na morte de Antônio.

Depois de refletirem bastante, os filhos então decidiram autorizar o procedimento. Karina, filha de Antônio, relata que apesar de todo o medo e receio pelo que ocorreria com a vida do pai, em momento algum ela e os irmãos perderam a esperança na recuperação do pai. “Os médicos nos disseram que, talvez, meu pai não resistiria à cirurgia. Choramos muito, mas confiamos em Deus e no melhor para me pai que, na realidade, nasceu de novo. Ele representa para mim de força e coragem”, relata emocionada.

Da mesma forma, Antônio sabia dos riscos que corria, mas a positividade e o bom humor nunca lhe abandonaram. Mesmo neste momento tão difícil da vida dele, em internação, nos dias que antecediam a cirurgia ele enviava mensagens à família pelo celular, lhes informando tudo sobre o estado de saúde e com o tom de descontração e sempre com uma nova piada para contar. “Eu sabia do risco que corria, mas não tinha nada o que pudéssemos fazer, eu tinha que confiar. Sou muito agradecido a Deus pela nova chance e por estar aqui hoje, vivo, com meus filhos. Todos nós temos que dar valor à vida, pois o que eu passei, não desejo para ninguém,” relata.

Antônio com os filhos enquanto estava internado e aguardava pela cirurgia

O apoio da família foi muito importante para Antônio, principalmente nos dias em que esteve doente e hospitalizado, sem saber ao certo o que lhe esperava. Neste período, até mesmo as ex-esposas – às quais mesmo separado, ele sempre manteve um bom relacionamento – se uniram para apoiá-lo. Posteriormente, depois de sair do centro cirúrgico ao ser submetido a um procedimento de aproximadamente sete horas, Antônio permaneceu na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em recuperação, até que, enfim, pudesse voltar para o convívio da família.

Antônio, reunido com filhos, netos e noras

A vida trouxe para Antônio a experiência da paternidade e, com ela, surgiram desafios, surpresas, emoções e também alegrias. Ele define essa vivência em um pensamento que nos faz refletir sobre a importância e a responsabilidade dessa experiência. “Para ser pai é preciso ter o pé no chão e a cabeça no lugar. A dedicação é para a vida toda, temos que oferecer instrução, educação, respeito e ter muito diálogo. A missão de ser pai nunca será completa, pois sempre teremos a sensação de que podemos fazer mais por eles”, finaliza.

Hoje recuperado, bem disposto e com um novo brilho nos olhos, Antônio e os filhos se reunirão para comemorar mais um Dia dos Pais, mas neste ano, com um sentimento especial: o de superação.

O Portal Nogueirense deseja um feliz Dia dos Pais a todos os pais de Artur Nogueira.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.