09/05/2012

O Aborto

“Em uma Faculdade de medicina, certo professor propôs à classe a seguinte situação: Baseados nas circunstâncias que vou enumerar que conselhos dariam vocês a certa senhora, grávida do quinto filho? O marido sofre de sífilis e ela de tuberculose. Seu primeiro filho nasceu cego. O segundo morreu. O terceiro nasceu surdo. O quarto é tuberculoso […]

“Em uma Faculdade de medicina, certo professor propôs à classe a seguinte situação:

Baseados nas circunstâncias que vou enumerar que conselhos dariam vocês a certa senhora, grávida do quinto filho?

O marido sofre de sífilis e ela de tuberculose.

Seu primeiro filho nasceu cego.

O segundo morreu.

O terceiro nasceu surdo.

O quarto é tuberculoso e ela está pensando seriamente em abortar a quinta gravidez.

Que caminho aconselharia tomar?

Com base nestes fatos, a maioria dos alunos concordou em que o aborto seria a melhor alternativa. O professor, então disse aos alunos:

 

– “Os que disseram sim a ideia do aborto, saibam que acabaram de matar o grande compositor Ludwig Van Beethoven”.

 

“Grandes projetos, excelentes idéias, às vezes são “abortadas” quando as pessoas envolvidas se vêem diante de situações difíceis. Tudo, para ser bem feito, leva tempo e exige perseverança, tenacidade e entusiasmo”.

 


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.