14/10/2019

“Não tenho intenção de estar nas próximas eleições”, diz Celso Capato

Confirmação do ex-prefeito de Artur Nogueira foi feita durante entrevista ao programa Portal ao Vivo

Da redação

O ex-prefeito de Artur Nogueira, Celso Capato, anunciou nesta segunda-feira (14) que não deverá lançar a pré-candidatura para prefeito de Artur Nogueira. O apoio à pré-candidatos no município também não é algo que está sendo considerado, de acordo ele. As declarações foram feitas durante entrevista ao Portal ao Vivo.

Celso Capato é alvo de um processo de cassação que ocorre desde 2017, frente à acusação de abuso político e econômico. A medida ocorreu após o lançamento de um jornal, em 2016, em que haviam publicações de obras, entre outros serviços, promovidos pela gestão de Capato. O caso já foi julgado de forma negativa, mantendo inelegível o ex-prefeito pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) e pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), porém, ainda cabe recurso no Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com o recurso eleitoral nº 1174-25.2016.6.26.0075, Classe nº 30, de Artur Nogueira (SP), o ex-prefeito foi acusado de abuso de poder político e econômico e por conduta vedada. Segundo o texto do recurso, disponível no Diário da Justiça Eletrônico do TRE-SP, o ex-prefeito teria publicado um jornal em 2016 que enaltecia a própria pessoa, ação caracterizada como “campanha privada ostensiva de autopromoção com evidente intuito de impulsionar a sua candidatura, sem que, entretanto, os valores gastos fossem contabilizados na campanha”.

Durante a entrevista, concedida ao Portal ao Vivo nesta segunda-feira, Capato disse ser injusta a acusação e a medida judicial efetuada contra ele. “Em 2016, antes das Eleições, fizemos um jornalzinho como uma prestação de contas para a população. Isso eu paguei com meu próprio dinheiro, não foi com dinheiro público, tenho cópias das notas fiscais da gráfica e do cheque. Nós consultamos o Jurídico e o entendimento é que poderia ter sido feito. A alegação é de que aquilo iria influenciar no pleito, e não influenciou, tanto é que eu perdi as Eleições. Entraram com um processo e, isso não é ilegal, é um jogo político. Em primeira instância ganhamos, em segunda instância perdemos e em terceira instância não tivemos nem a oportunidade de irmos à plenário. Acho que é remota a chance de eu ganhar, não adianta eu mentir aqui, embora eu ache que seja injusto. Colocamos no processo jurisprudências de outros casos que foram julgados, mas o que posso fazer? Deveria haver uma discussão, pois cada caso é um caso”, afirmou.

Conforme uma pesquisa promovida pelo Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos (Indsat), publicada pelo Portal Nogueirense em fevereiro deste ano (2019), Celso Capato lidera as intenções de votos para as Eleições de 2020. Os índices da pesquisa revelaram que Capato (PSD) desponta com 36% das intenções de voto, três vezes mais que o também ex-prefeito Marcelo Capelini, segundo colocado com 12%. O terceiro posto é ocupado pela vice-prefeita Zezé da Saúde (PR), com 10%, seguida de perto por Davi da Rádio (DEM) com 8% e pelo atual prefeito Ivan Vicensotti (PSB), com 6%.

Mesmo frente à essa realidade, Celso declarou que não tem a intenção  de lançar a pré-candidatura dele para as próximas Eleições em Artur Nogueira. “Quero anunciar que não tenho intenção de estar nas próximas Eleições. Nesse momento, eu não tenho mais esperança e condições de disputar as Eleições. Também não quero colocar meu nome à disposição para ser deputado. Vou continuar a ajudar no que eu posso e vou participar com a cidade. Mesmo que eu tenha uma chance remota quanto ao processo, é uma condenação injusta de crime eleitoral”, acrescentou.

Ao ser questionado se deverá apoiar algum pré-candidato à Prefeitura de Artur Nogueira, Capato negou qualquer ação de apoio desta natureza. “Citar o apoio a algum pré-candidato agora seria uma injustiça. Não conversamos isso com ninguém ainda. Sei que existem muitos pré-candidatos na cidade, mas a população é que vai avaliar isso. É preciso dar oportunidade a outras pessoas. Vamos contribuir para trazer recursos para a cidade, independente de quem seja o prefeito.”, revelou.

Eleições 2020

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as eleições municipais no Brasil de 2020 ocorrerão em 2 de outubro, com o segundo turno previsto para para 30 de outubro. Os eleitores escolherão prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nos 5.568 municípios brasileiros.

Leia também

Celso Capato se posiciona sobre sua atual situação política

Celso Capato lidera intenções de voto para Eleições 2020, aponta pesquisa

Justiça condena Celso Capato por abuso de poder político e econômico

…………………………

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.