04/02/2020

“Não estou aqui para alisar prefeito, mas tenho que fazer as coisas corretas”, diz Ermes Dagrela

Vereador votou a favor do parecer que arquivou denúncia contra o prefeito Ivan

Da redação

O vereador Ermes Dagrela (PR), presidente da Comissão Processante nº 001/2019, que apresentou um parecer pelo arquivamento da denúncia contra o prefeito Ivan Vicenssoti (PSB), justificou o relatório e seu voto favorável ao arquivamento. Seu discurso aconteceu na sessão dessa segunda-feira (03).

Em sua fala, o parlamentar justificou. “Eu sou responsável sim pela comissão e repondo por isso. Eu descido na qualidade de presidente. Não adianta ficar falando, falando, sem apurar. Eu estudei muito bem, tenho a minha defesa. Não estou para alisar prefeito, mas tenho que fazer as coisas corretas”, disse ele.

O vereador disse que há outros interesses na denúncia. “Eu percebi e os senhores também percebem, há interesse imobiliário, há interesse pessoal. O Zé Pedro [vereador] é genro do loteador. O vereador [Rodrigo de Faveri] mexe com imobiliária, mas eu percebo que há interesse. Eu não vi erro cometido pelo prefeito Ivan[Vicensotti]”, discursou.

Em seguida, voltou a falar que tem a consciência tranquila. “Eu tenho aqui a minha defesa consciente, do meu trabalho e muito bem feito. Eu não sou advogado, mas tenho conhecimento de causa, por isso votei favorável ao arquivamento. Eu aceitei a denúncia para ser apurado”, declarou.

Ele também criticou os loteadores. “O loteador não pensa em trazer uma fábrica para gerar serviço na nossa cidade. É só lote, mais lote, mais lote…não tem saúde, não tem educação, não tem nada. Eu sou contrário a loteamento. Essas pessoas só querem enriquecer”, condenou.

E finalizou. “Eu não puxo o saco que ninguém não, eu falo a verdade. Eu não apoio ninguém, nem prefeito nenhum, só a minha decisão”, concluiu.

O relatório que pedia o arquivamento da denúncia por supostos atos de improbidade administrativa contra o prefeito Ivan Vicensotti foi apresentado pela comissão formada pelos vereadores Ermes[presidente] e Miltinho Turmeiro [membro]. O relator da comissão Davi da Rádio (DEM) apresentou um relatório em separado pedindo o prosseguimento das investigações.

No total de votos, houveram 6 a favor do arquivamento da denúncia e 4 contrários. Entre os que votaram a favor do arquivamento estavam Zé de Elétrica (PRP), Ermes Dagrela (PR), Cristiano da Farmácia (PR), Miltinho Turmeiro (PMDB), Lari Baiano (PSC) e Mineirinho do Bar (PROS). Já o suplente Melinho, Adalberto Di Lábio (PSDB), Lucas Sia (PSD) e Davi da Rádio (DEM), votaram contra o arquivamento. Apesar do arquivamento, o caso continua em análise pelo Ministério Público.

…………………………

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.