28/10/2019

Mortes envolvendo ocupantes de moto têm aumento em Artur Nogueira

Relatório do Infosiga-SP considerou casos ocorridos entre janeiro e setembro deste ano

Da redação

A Região Metropolitana de Campinas (RMC) teve um aumento de até 12,9% no número de mortes  em acidentes de trânsito envolvendo ocupantes de motociclistas. Artur Nogueira colaborou para esse percentual na região. As informações são do Sistema de Informações de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga-SP).

De acordo com os dados do referido órgão, entre janeiro e setembro deste ano (2019), houve a somatória de 105 mortes de ocupantes de motos provocadas por acidentes de trânsito na região. O levantamento mostrou que foram 12 óbitos a mais do que em 2018.

Dos acidentes ocorridos com motocicletas na RMC, 55 foram em ruas municipais, 49 em estradas e um dos casos não teve a confirmação do local exato. A estrada com o maior número de acidentes fatais foi a via Anhanguera (SP-330). Das 105 pessoas que entraram em óbito nestes acidentes, 98 se tratavam de condutores, 6 eram passageiros e um dos casos não houve a confirmação oficial pelo Infosiga-SP. As vítimas tinham entre 16 e 63 anos de idade.

Ainda de acordo com os dados do Infosiga-SP, levando em conta todos os acidentes de trânsito ocorridos na RMC – com veículos em geral – 260 pessoas entraram em óbito durante o período analisado (de janeiro a setembro). No mesmo período de 2018, ocorreram 257 mortes.

Em Artur Nogueira, de janeiro à setembro deste ano (2019), somaram-se 7 mortes no trânsito envolvendo motocicletas. No ano passado (2018), o Portal Nogueirense noticiou apenas uma morte. Em Americana (SP) foram ao todo 21 mortes no trânsito envolvendo motocicletas até o mês de setembro de 2019.

Campinas (SP), a maior cidade da RMC, teve 94 óbitos; Cosmópolis (SP) teve 4; Holambra (SP) também somou 4 mortes. Em Hortolândia (SP) somou-se 12 óbitos, Indaiatuba (SP) 20, Itatiba (SP) 13, Jaguariúna (SP) 10, Monte Mor (SP) 8. Morungaba (SP), Nova Odessa (SP) e Pedreira (SP) tiveram uma morte registrada em cada município.

Na cidade de Paulínia (SP) ocorreram 6 mortes, em Santa Bárbara d’Oeste (SP) 18, em Santo Antônio de Posse (SP) uma morte, Sumaré (SP) teve 26, Valinhos (SP) 9 e Vinhedo (SP) 4. De todas as 20 cidades da RMC, somente Engenheiro Coelho (SP) não teve participação no levantamento de óbitos no trânsito envolvendo motocicletas neste ano.

…………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.