13/08/2018

Moradora de Artur Nogueira busca um lar para cão deficiente

Animal foi vítima de atropelamento e se locomove com ajuda de “cadeirinha de rodas”

Da redação

Uma moradora de Artur Nogueira busca por uma pessoa interessada em adotar um cãozinho deficiente. O animal foi vítima de um atropelamento e agora enfrenta dificuldade de locomoção por estar impossibilitado de utilizar as pernas traseiras.

Keity Souza é agente comunitária do município. Ela conheceu o animalzinho em julho deste ano (2018) durante visitas às residências nas imediações do Jardim Sacilotto. A antiga proprietária do cachorro relatou para Keity que havia ocorrido um acidente com o cachorro e que ela não tinha condições financeiras para pagar o tratamento veterinário, por isso, o cão permaneceu sem ter os cuidados necessários por dias.

Comovida com a história, Keity se dispôs a ficar temporariamente com o animal para tentar encontrar um lar permanecente para ele, já que a antiga dona não tinha como continuar com o bichinho. Esta está se mudando para outra casa que não seria permitido levá-lo junto. “Eu conheci o cãozinho já atropelado. Ele estava naquela casa se arrastando, pois tinha sido atropelado há alguns dias. Fiquei com muita pena. Meus amigos e minha família me ajudaram a pagar o exame de Raio-X e as medicações, mas, infelizmente, já era tarde demais. Ele não voltará mais a andar devido ao tempo que ficou sem atendimento desde quando ocorreu o acidente”, relata.

A Rede de Proteção Animal e Ambiental de Artur Nogueira (RPAA) tem oferecido suporte para Keity continuar a prestar auxílio ao cachorro enquanto ela busca por uma pessoa disposta a adotar o animal. Ração, medicamentos, entre outros auxílios estão sendo disponibilizados. Porém o que é de fato necessário é a disposição de alguém que queira disponibilizar tempo e espaço para cuidar do cão. “Algumas pessoas já me disseram que seria melhor sacrificá-lo, mas eu não vou desistir dele. Tirando o fato de ele não se locomover sem a ajuda de um suporte, ele é normal, saudável e lindo”.

Atualmente, o animal está recebendo cuidados provisórios em um abrigo de animais chamado “Casa di Gato & Dog“, situado em Cosmópolis (SP). O cão continua a receber o amparo de Keity em relação a medicamentos e ração até que um lar permanente seja encontrado para ele. “O que ele precisa mesmo é de um lar e de alguém que queira cuidar dele. Se eu tivesse tempo e espaço, com certeza, ficaria com ele, mas eu não tenho. Já providenciei até o suporte (cadeirinha) para ele se locomover ”, acrescenta.

Interessados em adotar o cachorro podem entrar em contato com Keity através do telefone  (19) 9.9482-3891, ou com Andreia, responsável pela Ong “Casa di Gato & Dog“, pelo número (19) 9. 8164-1004.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.