10/12/2018

Maria Bernadete Corrêa terá homenagem com nome de rua em Artur Nogueira

Nomeação ocorre por meio de Projeto de Lei criado pelos vereadores Lucas Sia Rissato (PSD) e Davi César Fernandes (DEM)

Diego Faria

Um Projeto de Lei (PL) indicado pela Câmara de Vereadores de Artur Nogueira, e aprovado por unanimidade na noite desta segunda-feira (3), visa homenagear uma ilustre moradora do município. O nome de Maria Bernadete Bonitatibus Lício Corrêa Barbosa deverá ser inserido à nomeação de uma rua de um dos residenciais da cidade. Maria Bernadete foi uma munícipe muito ativa em Artur Nogueira, contribuindo para a construção de escolas e creches, além de auxiliar famílias carentes do município.

A proposta do Projeto de Lei 046/2018, de autoria dos vereadores Lucas Sia Rissato (PSD) e Davi César Fernandes (DEM), foi apresentada durante a 28ª Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores. De acordo com o documento, a indicação “altera a denominação oficial de via pública do Residencial Champ’s Elisée”, situado na vicinal de Artur Nogueira à Limeira (SP). A via – que, até então, era denominada como Rua Jatobá, – passará a ser chamada ‘Alameda Maria Bernadete Bonitatibus Lício Corrêa Barbosa’, em memória e homenagem à munícipe falecida aos 68 anos, em 27 de novembro de 2017, devido a complicações ocorridas em uma cirurgia de coração a qual ela foi submetida.

Entrada do Residencial Champ’s Elisée e rua que levará nome de Maria Bernadete

“Fico muito feliz em poder participar desse momento de poder homenagear uma pessoa que teve uma representatividade muito grande para o nosso município, com tudo o que ela se propôs em executar com tanta excelência, tanto na área da educação, quanto social. Essa é uma maneira que eu, juntamente com o Lucas Sia, encontrei para agradecê-la fazendo com que o nome dela se eternizasse em uma das ruas de nosso município. Um motivo de muita honra para nós”, relatou Davi Fernandes (DEM), um dos criadores do Projeto de Lei aprovado.

O vereador Lucas Sia (PSD), também criador do PL que homenageia Maria Bernadete, considera o ato de homenagem uma ação de mérito à munícipe. “A homenagem é mais do que justa. Por tudo que ela já fez e representou em nosso município, com certeza, merece ser eternizada”, frisou o parlamentar.

Vereadores que criam o PL para homenagem, esposo de Maria Bernadete e familiares

Maria Bernadete nasceu em 25 de janeiro de 1949, em Campinas (SP). Sobrinha do monsenhor Thiers Pellice Lício (ex-titular da Catedral Metropolitana de Campinas – SP) e, de monsenhor Edisson Pelício Lício (pároco da Igreja Nossa Senhora das Dores), ela conheceu Artur Nogueira ainda criança. Passou a frequentar a cidade no final da década de 60, quando era professora local lecionando turmas do ciclo básico. Ela também foi voluntária em cursos de arte, artesanato e formação familiar. Bernadete se casou em 1976 com o empresário Jair Corrêa Barbosa e teve três filhos.

Formada em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC), Maria Bernadete também era artista plástica e decoradora, sempre engajada em causas sociais, artísticas e educacionais no município nogueirense. Um dos exemplos da atuação social da homenageada – junto com o esposo Jair Corrêa, é a criação da Campanha do Agasalho e de Alimentos de Artur Nogueira, ato iniciado em 1977 e que se mantêm como tradição até os dias de hoje e que auxilia muitas famílias carentes na cidade.

Além dos edis Davi Fernandes (DEM) e Lucas Sia (PSD), quem se mostrou muito honrado frente à homenagem a ser feita à Maria Bernadete foi o esposo dela, Jair Corrêa. O empresário de Artur Nogueira diz estar muito feliz com a eternização do nome da esposa no município. “Receber essa homenagem em nome da Bernadete, a mulher que amei e por quem fui amado intensamente por mais de 48 anos, é uma grande honra e emoção”, salientou Corrêa.

Maria Bernadete e esposo Jair Corrêa

Bernadete foi uma das pessoas que esteve à frente da construção da primeira creche municipal de Artur Nogueira, a creche São Francisco de Assis, finalizada e entregue à população em 1980 com apoio da entidade Lions Club, a qual ela e o esposo eram presidentes na época. Participou no desenvolvimento e atuação da Guarda Mirim de Artur Nogueira, setor que teve como primeiro presidente o marido Jair Corrêa.

Atualmente, antes de falecer Maria Bernadete residia com o esposo Jair Corrêa em Campinas (SP), no bairro Barão Geraldo, sendo sempre muito ativos no mercado empresarial e em ações sociais de Artur Nogueira.

Leia mais

Maria Bernadete Corrêa, de Artur Nogueira, falece aos 68 anos

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.