23/12/2018

Maior parte de habilitados estrangeiros em Artur Nogueira são de Angola

Dados levantados pelo Detran-SP aponta estimativa de estrangeiros com CNH das cidades da RMC

Diego Faria

Dados obtidos junto ao Departamento de Trânsito do Estado de São Paulo (Detran-SP) apontam que existem aproximadamente 10 mil estrangeiros de diferentes nacionalidades, habilitados a dirigir, presentes nos municípios da Região Metropolitana de Campinas (RMC). Os dados refletem a estatística de 18 dos 20 municípios da RMC. Em Artur Nogueira está presente parte desses estrangeiros, que são maioria de origem angolana.

Conforme o levantamento, em Artur Nogueira existem ao menos 35 estrangeiros com Carteira Nacional de Habilitação (CNH), aptos a dirigirem em território nacional. Em Engenheiro Coelho (SP) habitam 178. O departamento de Trânsito ressaltou que a cidade nogueirense e a coelhense pertencem ao mesmo cadastro de registro, desta forma, todas as habilitações emitidas pelo Detran-SP referente a essas cidades, possuem a licença de Artur Nogueira.

Entre as nacionalidades presentes nas duas cidades vizinhas estão pessoas naturais da Albânia, Alemanha, Argentina, Bolívia, Angola, Cabo Verde, Camarões, Canadá, Chile, China, Colômbia, Cuba, Equador, Espanha, Estados Unidos, França, Gambia, Guiana Francesa, Guiné-Bissau, Haiti, Holanda, Hungria, Índia, Itália, Iugoslávia, Japão, México, Mianma, Moçambique, Países Baixos, Paraguai, Peru, Portugal, República Dominicana, República Eslovaca, Suíça e Uruguai. Dos países acima, a maior parte das pessoas são angolanas, com a marca de 31 indivíduos. De todos estes estrangeiros de Angola, 70% deles residem em Engenheiro Coelho (SP).

Um dos estrangeiros habilitados na região, de naturalidade gambiana, relata que não enfrentou muita dificuldade para adquirir a permissão para dirigir em solo brasileiro. “A minha maior dificuldade para obter a minha habilitação foi o idioma mesmo, pois é preciso fazer a prova teórica e prática. Eu estou há cincos anos morando em Engenheiro Coelho (SP), região de Artur Nogueira, mas, agora, eu já me adaptei ao idioma e posso dirigir”, relata Thomas Roberes que é o único gambiano do Brasil.

Outras cidades da Região Metropolitana de Campinas

Já nas demais cidades da Região Metropolitana de Campinas existem 604 estrangeiros em Americana (SP), sendo a maioria boliviano. Em Campinas (SP), município que abriga o maior número de imigrantes da RMC, estão 5.731 pessoas habilitadas, sendo a maior parte de origem portuguesa. Cosmópolis (SP) possui hoje 47 estrangeiros aptos a dirigirem, onde a nacionalidade mais presente é a dos chilenos, sendo seis no total.

Seguindo a ordem da lista, em Hortolândia (SP) existem 168 imigrantes habilitados, sendo que a maioria também são angolanos, representando a marca de 28 pessoas. Em Indaiatuba (SP) estão residindo 820 imigrantes com habilitação para dirigir, destes, 151 são japoneses. Itatiba (SP) e Morungaba (SP) são fiscalizadas pela mesma unidade do Detran-SP, atingindo 254 estrangeiros com habilitação, a maioria deles advindos de Portugal.

Jaguariúna (SP) possui 106 imigrantes permitidos a dirigir, com a maioria de nacionalidade portuguesa. Monte Mor (SP) tem 50 estrangeiros habilitados, a maior parte deles também de Portugal. Nova Odessa (SP) está hoje com 115 pessoas de outros países aptas a conduzirem veículos auto motores, com o total de 31 bolivianos em sua maior parcela estatística.

Em Paulínia (SP), estão morando no total 194 estrangeiros com Carteira de Habilitação, destes, 26 são de origem portuguesa. Pedreira (SP) está com o total de 32 imigrantes com habilitação, mas 10 deles são do Peru. Em Santa Bárbara d’Oeste há 219 pessoas de origem internacional, 66 delas são do Japão. Em Sumaré (SP) existem 240 estrangeiros, nessa cidade, 38 também são do Japão.

Valinhos (SP) obteve a marca estimada de 620 imigrantes com habilitação, 109 são alemães. Na cidade vizinha, o município de Vinhedo (SP), estão hoje 584 pessoas de nacionalidades internacionais, destas, 95 indivíduos também provenientes da Alemanha. As cidades de Holambra (SP) e Santo Antônio de Posse (SP) são fiscalizadas pela mesma sede do Detran-SP, situada em Mogi Mirim (SP). Devido à Mogi Mirim (SP) não fazer parte da Região Metropolitana de Campinas, as duas referidas cidades ficaram fora deste levantamento.

Ainda conforme os dados do Detran-SP, se somado, o número de pessoas habilitadas a dirigir em toda a RMC chega a 1.769.513. Destas pessoas, 0,56% são estrangeiras.

…………………………………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.