07/10/2019

Juri popular julgará nesta segunda caso de homicídio ocorrido em Artur Nogueira

Crime ocorreu em setembro de 2017; Vítima teria sido morta a pedradas

Da redação

Nesta segunda-feira (2), uma sessão de tribunal do juri a ser realizada em Artur  Nogueira julgará um caso de homicídio, ocorrido no município em setembro de 2017. Na ocasião, um homem foi morto, supostamente, a pedradas. Dois suspeitos pelo crime foram presos e deverão ser julgados por um juri popular.

Conforme a apuração realizada pelo Portal Nogueirense na época dos fatos, um homem foi encontrado morto na madrugada do dia 2 de setembro de 2017 (sábado), pela Rodovia Zeferino Vaz (SP-332), km 159, no bairro Parada, em Artur Nogueira. Policiais militares receberam um chamado e, ao comparecerem ao local, localizaram o indivíduo caído de bruços e com várias lesões na cabeça. Uma equipe de socorristas da concessionária Rota das Bandeiras também esteve presente no endereço e constatou que o mesmo já havia entrado em óbito.

O homem foi identificado como um ajudante geral de 33 anos, morador do próprio bairro onde ocorreu o crime. Com o decorrer das investigações policiais e trabalhos periciais, foi constatado que o morador de Artur Nogueira foi assassinado com dois golpes desferidos com pedras na cabeça.

O crime teria ocorrido nas imediações da Igreja Nossa Senhora Aparecida situada no bairro Parada, há cerca de 200 metros da rodovia, local onde o corpo foi encontrado. Investigadores que trabalharam no caso acreditam que o homem foi morto e arrastado até a Rodovia Zeferino Vaz (SP-332) para simular um atropelamento. Marcas de sangue encontradas em uma estrada de terra ao lado levantaram a suspeita de que a vítima tinha sido espancada até a morte.

A equipe da Romu Motos, da Polícia Municipal de Artur Nogueira, deteve dois suspeitos de terem assassinado a vítima. A localização dos suspeitos ocorreu ainda no dia 2 de setembro de 2017, mesma data do crime. Os guardas haviam recebido uma denúncia anônima das características e paradeiro dos suspeitos.

Segundo relatado pelos agentes no dia da abordagem aos dois suspeitos, testemunhas relataram que eles foram vistos com a vítima antes do fato. Os policiais então abordaram os dois homens, aprenderam também peças de roupas, possivelmente usadas na noite do crime. Os abordados foram conduzidos até a Delegacia de Polícia e tiveram voz de prisão decretada após prestarem depoimentos ao delegado.

A sessão do tribunal do juri que vai julgar o caso deverá ter início às 9h30 desta segunda-feira (7) e será realizada na Câmara Municipal de Artur Nogueira.

Leia também:

Polícia encontra homem morto em rodovia de Artur Nogueira

Homem encontrado morto em Artur Nogueira foi assassinado a pedradas

Suspeitos de matar homem a pedradas são detidos em Artur Nogueira

Família reconhece corpo de homem assassinado em Artur Nogueira

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.