06/05/2019

Juri popular julga acusado de tentativa de homicídio em Artur Nogueira

Sessão é aberta à população e ocorre na manhã desta segunda-feira (6)

Da redação

A Câmara de Vereadores de Artur Nogueira sediará uma nova sessão de tribunal do juri nesta segunda-feira (6). Na ocasião, deverá ser julgado um acusado de tentativa de homicídio, ocorrida no município em janeiro de 2013. A vítima teria sido atacada com golpes de faca pelo acusado.

Conforme descreve o registro policial a respeito do caso, policiais militares haviam sido acionados à comparecerem a um bar, situado no bairro Egidyo Tagliari, por volta das 14 horas do dia 13 de janeiro de 2013. Ao chegarem no local, os agentes se depararam com um homem caído ao chão, com pelo menos três ferimentos de faca.

Uma testemunha informou aos oficiais que um homem havia chegado no estabelecimento, chamado a vítima para fora e começado a desferir os golpes de faca contra ela. Em seguida, o autor deixou o local. Diante da constatação, uma ambulância foi acionada no endereço e os socorristas conduziram o ferido, com 52 anos na época, ao Pronto Socorro. Ele recebeu o atendimento médico na unidade, sendo posteriormente transferido – em estado grave – ao Hospital de Clínicas da Unicamp, em Campinas (SP). Apesar dos ferimentos, a vítima sobreviveu.

O suposto autor do crime, de 51 anos na época, foi localizado pela Polícia Militar (PM) na mesma data do ocorrido, recebendo ordem de prisão em flagrante pelo crime. De acordo com outro registro policial, uma outra vítima, esta de 63 anos na ocasião, também foi ferida na mesma data (13 de janeiro de 2013) na região do pescoço com um golpe de faca, desferido pelo mesmo acusado após um desentendimento. A nova vítima, da mesma forma, teve atendimento médico no Pronto Socorro, mas foi liberada em seguida sem maiores complicações.

Ao ser detido e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil da cidade pelos agentes da PM, o indiciado possuía marcas de sangue na roupa que vestia, sendo ele reconhecido por uma das vítimas como o autor do crime. Ao receber ordem de prisão em flagrante pelo crime de tentativa de homicídio, o indivíduo foi encaminhado à Penitenciária de Sorocaba (SP), onde cumpri a pena pelo delito. Um mandado de prisão pelo crime de atentado violento ao pudor também constava em desfavor do indiciado.

Nesta segunda-feira (6), o homem vai a juri popular para ser julgado pelo crime de tentativa de homicídio cometido em relação à primeira vítima. A sessão deverá ter início às 9h30 e pode ser acompanhada de forma aberta pela população. Além do réu, deverão estar presentes o juiz atuante no município, o promotor de Justiça, corpo de jurados, servidores judiciários, advogados de defesa, vítima do crime, testemunhas, autoridades policiais, imprensa, entre outros.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.