22/03/2019

Judocas de Artur Nogueira defenderão o Brasil na Alemanha

Camila Vieira e Lucas Brito iniciaram a carreira no esporte no Projeto Judô de Artur Nogueira

Após conquistarem a medalha de ouro na Copa São Paulo de Judô no último final de semana em São Bernardo do Campo, Camila Vieira e Lucas Brito foram direto para Pindamonhangaba. Desde domingo (17) permaneceram em concentração com os demais integrantes da Seleção Brasileira de Judô das classes sub 18 e sub 21. Nesse período de concentração realizaram testes, treinaram e estudaram.

Nessa quarta (20), ambos foram para o aeroporto de Guarulhos, com destino a Alemanha. Camila lutará no sábado (23), na cidade de Bad Blankenburg. Lucas Brito deve lutar no domingo (24), em Bremen. “É um misto de orgulho e felicidade. Ver dois de nossos alunos chegar ao ponto de representar o Brasil em competição Internacional é algo que nos motiva a trabalhar cada vez mais”, comemora o professor Rodolpho Lavoura.

Lucas Brito iniciou o Judô em 2014 por incentivo de seu primo Rodrigo (também judoca) e seu tio Cícero. Por ser um garoto muito carismático, logo fez amizade com todos da equipe e se adaptou fácil a modalidade. Em 2016 passou na Seletiva do Centro de Excelência de Judô do Estado de São Paulo e passou a treinar durante a semana no Ibirapuera em São Paulo e, em Artur Nogueira nos finais de semana. Em 2017 lutou a Copa Europeia na Alemanha e o Campeonato Sulamericano no Equador, todas nas classes sub 18. Essa é a primeira viagem pela Seleção Brasileira na Classe sub 21.

Camila Vieira iniciou o Judô em 2014, praticamente obrigad” por seu irmão Lucas Vieira, faixa preta e atual professor do projeto. “Minha irmã tinha uma vida muito ociosa e sem perspectivas. Achei que iniciar o judô daria um norte na vida dela. Hoje, ela é o orgulho da família e, com certeza, o espelho para muitos de nossos alunos que torcem por ela”, explica o irmão Lucas Vieira.

O início de Camila no judô foi o contrário de Lucas Brito. Apresentou muita resistência a modalidade e as atividades propostas. Com o tempo, passou a fazer amigos que contribuíram na aceitação maior das regras e filosofia desenvolvida pelo judô. Em 2017 também passou pela Seletiva do Centro de Excelência de Judô do Estado de São Paulo. Assim como Lucas, começou a treinar em São Paulo durante a semana e, em Artur Nogueira, aos finais de semana.

A viagem de ambos os judocas foi custeada com verba adquirida por diversas ações do grupo Projeto Judô Esporte Social. Venda de pizzas, vaquinha virtual, reciclagem de alumínio, doação de kimonos e a barraca do Judô, cedida pela Secretaria de Cultura, durante o Carnartur.

“O custo de uma viagem como essa é muito elevado. Não achamos justo simplesmente repassar essa conta a alguém ou ao órgão público. Desenvolvemos diversos valores sociais implícitos no judô durante as aulas. Dentre esses valores, autonomia e cooperação foram fundamentais para que o grupo adotasse a postura de ajudar e correr atrás. Aproveitamos para agradecer a todos que contribuíram, direta ou indiretamente para que esse sonho se realizasse. Seria injusto citar os nomes, pois são muitos. Mais agradecemos de coração”, completa o sensei Lavoura ao explicar a luta para superar as dificuldades de todos os atletas do Brasil, quiçá do mundo.

Ambos os nogueirenses são jovens e já acumulam diversos títulos e medalhas. São promessas para o esporte brasileiro e sonham com uma medalha olímpica. A viagem para Alemanha de certo contribuirá muito para a evolução técnico/tática dos judocas. Toda torcida gera vibrações positivas que são importantes para os nogueirenses.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.