26/08/2019

Ivan se pronuncia sobre problemas com a Rota das Bandeiras

Prefeito está reunido com a concessionária para resolver situação no bairro Campos Salles

Da redação

Ivan Vicensotti (PSB), prefeito de Artur Nogueira, fez um pronunciamento no final da manhã desta segunda-feira (26), ao lado de representantes da concessionária Rota das Bandeiras. No vídeo, o chefe do Poder Executivo fala que o objetivo da reunião é solucionar os problemas do bairro Campos Salles.

Em seguida, Douglas Longhi, Diretor Presidente da Rota das Bandeiras, agradeceu a recepção de Ivan e afirmou que ambos buscarão uma solução técnica para solucionar os problemas do bairro.

Assista o pronunciamento de Ivan e Douglas:

O caso

Uma estrada rural, que servia de rota para moradores do bairro Campos Sales, foi fechada pela concessionária Rota das Bandeiras nesta última segunda-feira (12), em Artur Nogueira. Segundo alguns moradores do local disseram que uma equipe da concessionária Rota das Bandeiras – que administra a rodovia Professor Zeferino Vaz (SP-332) estiveram no local e colocaram montes de terra para impedir o acesso dos moradores ao bairro.

Conforme as reclamações do moradores, para acessarem suas chácaras e sítios, muitos moradores têm de fazer o retorno no trevo da SP-332 com a rodovia João Hermann Neto (SP-133) já em Cosmópolis (SP). A estrada, que fica às margens da rodovia era utilizada por muitos moradores para se chegar às suas residências e também à propriedades rurais na cidade vizinha de Cosmópolis, e agora, com o impedimento os moradores temem que serviços essenciais, como segurança e resgate, possam ser comprometidos.

De acordo com a atendente Sara Nogueira, a estrada municipal que é utilizada para o tráfego não recebe há tempos manutenção. Assim, muitos motoristas utilizam uma outra estrada paralela que fica próxima ao acostamento da SP-332. “Há algum tempo eles estão falando que vão fechar e assim o pessoal está desviando meio que pelo acostamento. Eles estão alegando isso, que o pessoal está passando pelo acostamento”.

Sara diz que o consumo de combustível, para levar seu filho para a escola no jardim Blumenau dobrou, já que agora tem de ir fazer o retorno em Cosmópolis. Ela lembra que no bairro moram crianças e idosos. E que se alguém necessitar socorro médico, obrigatoriamente o resgate terá que retornar pela rodovia.

“Se precisar de uma ambulância o tempo é maior. Se precisar da guarda, polícia o tempo é maior. Ficou muito difícil”, reclama a munícipe. Assim como Sara, outro morador – o funileiro Iociaki Nomura – diz que sempre utilizou a estrada rural para se chegar em sua propriedade.

O funileiro diz que há mais de 20 anos mora no local e sempre utiliza a estrada. E questiona se realmente a concessionária tem autorização para fechar uma estrada rural. “Eles [Rota das Bandeiras] chegaram e jogaram terra. Não sei se eles têm autoridade ou competência para se fazer isso. A estrada é de competência da prefeitura”, indaga Iociaki.

E assim como Sara, o funileiro pede para que a Prefeitura de Artur Nogueira faça a manutenção da estrada e que realizem um acordo com a Rota das Bandeiras para que a estrada seja liberada e também que se faça a manutenção constante.

O vereador de Artur Nogueira, Davi da Rádio (DEM) relata que foi solicitado pelos moradores do bairro para que houvesse a intercessão dele junto ao Executivo para que o caso pudesse ser analisado com mais agilidade. “Eu recebi inúmeras queixas dos moradores do bairro Campos Sales, incluindo fotos e, em virtude disso, entrei em contato com os responsáveis da Prefeitura. A informação que eu recebi é que a Prefeitura já está em contato com a Rota das Bandeiras para tentar solucionar o problema da melhor maneira possível” , relata o parlamentar.

Rota das Bandeiras

A Concessionária Rota das Bandeiras informou em nota ao Portal Nogueirense que, “o bloqueio do tráfego de veículos na via alternativa, localizada na altura do km 149 da Rodovia Professor Zeferino Vaz (SP-332), em Artur Nogueira, foi executado pela Concessionária Rota das Bandeiras na última terça-feira (13) para garantir a segurança viária e minimizar o risco de acidentes no local, considerando que trata-se de uma via irregular, dentro da faixa de domínio da Concessionária. A necessidade de bloqueio no local foi apontada tanto pela equipe de Operações da Concessionária, quanto pela fiscalização da Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp).

Além disso, cabe destacar que a Concessionária concluiu em 2018 uma importante intervenção para requalificação do dispositivo do km 149+500 da SP-332, garantindo o deslocamento com segurança, em ambos os sentidos da rodovia, para os moradores da região citada. Por isso, com o bloqueio do tráfego nesta via irregular, o motorista deve utilizar o dispositivo do km 149+500 para acessar a região. A Concessionária entende que o percurso se torna mais extenso, mas, em primeiro lugar, nosso objetivo é garantir a segurança dos usuários e, principalmente, prevenir o risco de acidentes, considerando que o local apresentava fluxo de veículos na contramão da rodovia. Foi agindo desta forma que conseguimos reduzir em mais de 40% o número de vítimas fatais e de acidentes no Corredor Dom Pedro desde o início da concessão, em abril de 2009”, pontua.

…………………………

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.