13/06/2019

Ivan e vereadores entram em acordo para solucionar problemas do Benvenuto

Representantes do Poder Executivo e Legislativo, além de proprietários, moradores, usuários permanentes e investidores privados chegaram a um consenso na noite desta quinta-feira (13)

Da redação

O prefeito Ivan Vicensotti (PSB) marcou uma reunião com os vereadores de Artur Nogueira na noite desta quinta-feira (13). O assunto em questão foi o bairro Benvenuto, o qual há anos sofre com problemas de infraestrutura que prejudicam a vida dos moradores, principalmente em períodos chuvosos. Todos os parlamentares marcaram presença exceto Valdelício da Silva Barbosa (Lari Baiano).

Lama, entulhos, buracos e falta de estrutura. Essas são algumas das principais reclamações dos moradores do Benvenuto. A condição precária das ruas, além da ausência de calçadas e de iluminação, fazem parte da realidade de quem vive no bairro. Com objetivo de solucionar a situação do local, representantes do Poder Executivo e Legislativo, além de proprietários, moradores, usuários permanentes e investidores privados chegaram a um consenso.

A proposta é que sejam implantadas medidas de infraestrutura no loteamento chácaras Benvenuto através de contrapartida dada por um investidor, no caso Jair Tagliari. O empresário possui loteamento (176 mil m²) próximo ao referido bairro, porém 60% dessas terras encontram-se fora do perímetro urbano de Artur Nogueira.

Assim, um Projeto de Lei (PL) será apresentado na Câmara de Vereadores pela prefeitura para que a porcentagem restante das terras dele passem a pertencer a Macrozona Urbana, com zoneamento específico de Zona Especial de Interesse Social  (ZEIS). Dessa forma ficará autorizada a implantação de parcelamento do solo, podendo o empreendedor lotear e vender as áreas.

Em contrapartida, Jair Tagliari realizará benfeitorias no bairro Benvenuto, como execução de guias e sarjetas em todas as vias de circulação, pavimentação asfáltica em todas as ruas, entre outros assuntos ainda a serem discutidos e alinhados. A aprovação do parcelamento será realizada por meio de um decreto do prefeito Ivan Vicensotti (PSB), onde também haverá obrigações citadas em benefício do município e dos moradores do bairro.

O prefeito Ivan Vicensotti (PSB) afirmou que saiu da reunião contente com o resultado da conversa. “Agradeço a sensibilidade de cada vereador, do Jair, do Rogério, moradores, enfim hoje com certeza foi um grande avanço para a história do nosso município. Temos que comemorar porque vamos realizar o sonhos dos nossos moradores”, comemorou.

Moisés Muniz, vice-presidente da associação de moradores do bairro Benvenuto, corroborou a fala do chefe do Executivo. “Dia de agradecimento. Agradecimento a todos e vitória a todos”.

Já Beto Baiano (PRP), presidente da Câmara dos Vereadores, apresentou resistência e preocupação com o atual quadro infraestrutural em que o Benvenuto se encontra. Mas, após levantar dúvidas e questionamentos, o edil apoiou a operação conjunta entre Legislativo, Executivo, moradores e investidores privados. E fez ressalvas: “se preciso for eu convoco uma Sessão Extraordinária para adiantar o processo. Só comemoro quando o Benvenuto estiver pronto e asfaltado”.

O secretário de Negócios Jurídicos, dr Marcos Paulo Jorge de Souza, se comprometeu a enviar o texto do Projeto de Lei (PL) a fim de incluir as áreas de Jair Tagliari no perímetro urbano já nesta sexta-feira (14) para avaliação conjunto dos parlamentares. Assim que pautado, o documento entrará na próxima sessão ordinária da Câmara para ser votado na segunda-feira (17).

Estiveram presentes na reunião Adalberto Di Lábio (PSDB), Cristiano da Farmácia (PR), Beto Baiano (PRP), Davi da Rádio (DEM), Ermes Dagrela (PR), Zé Pedro Paes (PSD), Zé da Elétrica (PRP), Lucas Sia (PSD), Rodrigo de Faveri (PTB), Miltinho Turmeiro (MDB) e Mineirinho do Bar (PROS).

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.