14/09/2018

Idosa sofre com falta de fraldas geriátricas na rede de Saúde de Artur Nogueira

Até o momento, não há previsão para a normalização da entrega do material; Prefeitura não se manifestou

Da redação

Uma moradora de Artur Nogueira relata que tem enfrentado dificuldade para retirar fraldas geriátricas para a mãe na rede pública municipal de Saúde do município. De acordo com a denunciante, o material adquirido como um benefício junto à Prefeitura está em falta e ainda não há previsão para a normalização da entrega.

Valdeci Heran de Almeida, de 62 anos, deixou de trabalhar para cuidar da mãe, Lea Dina Heran de Almeira, de 83 anos. A idosa está acamada há cerca de dois anos devido ao diagnóstico de Mal de Alzheimer, diabetes, trombose e perda de parte da visão. Dependentes da aposentadoria de R$ 954 que Lea recebe, Valdeci e a mãe pagam o aluguel e as demais despesas da casa com o valor. Uma cesta básica é disponibilizada a elas por uma igreja da cidade para colaborar com a família.

Em outubro do ano passado (2017), Valdeci conseguiu como benefício junto ao município a retirada de fraldas geriátricas para a mãe. Porém, nesse período demorou aproximadamente oito meses para ela conseguir efetuar a retida do material pela primeira vez na rede pública municipal. “Eu consegui o benefício do recebimento das fraldas em outubro com receita médica, mas fui beneficiada apenas três vezes nesse tempo e, nesse mês, não me disponibilizaram porque disseram que está em falta”, lamenta a moradora.

Mesmo tendo direito ao benefício pela Prefeitura, Valdeci tem que comprar as fraldas para a mãe

A retirada das fraldas costuma ser feita por Valdeci na Farmácia Popular da rede municipal de Saúde. Sem ter acesso ao material há um mês, a munícipe precisou comprar um pacote com 30 fraldas pelo valor de R$ 44. Diariamente, são utilizadas pela mãe dela cinco fraldas.

“O médico tinha receitado para serem retirados três pacotes por mês para a minha mãe no benefício, mas não estou conseguindo receber o benefício regularmente. Estou sem condições financeiras de comprar as fraldas para ela e na rede de Saúde não me deram previsão de quando normalizará a entrega”, denuncia. Com receio de não conseguir custear a compra das fraldas, Valdeci espera que na próxima semana já esteja disponível o material para a mãe dela.

Prefeitura

O Portal Nogueirense entrou em contato com a prefeitura de Artur Nogueira para obter um parecer sobre quando a entrega das fraldas geriátricas deverá ser normalizada, mas até o fechamento desta matéria, na tarde desta sexta-feira (14), não foi possível obteve resposta do setor.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.