16/12/2018

Homem acaba preso acusado por furtar biscoitos em Artur Nogueira

Furto havia ocorrido em uma padaria do município

Da redação

Um homem foi preso por agentes da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU) de Artur Nogueira, na manhã deste domingo (16), acusado de ter furtado três pacotes de biscoitos em um estabelecimento comercial da cidade. Ao ser detido pelos policiais, as mercadorias subtraídas foram encontradas em poder do indiciado.

Conforme o Boletim de Ocorrência (B.O.), os agentes faziam um patrulhamento de rotina pelas imediações do Jardim Paraíso, por volta das 10h30. Ao passarem pela Rua Jorge Linhares, os policiais foram comunicados pela atendente de uma padaria, situada no local, a respeito de um furto.

A referida representante do estabelecimento relatou que um homem adentrou no comércio, comprou uma lata de cerveja e, antes de deixar o local, colocou três pacotes de biscoitos na sacola e foi embora sem pagar. Ao serem informados sobre as características do denunciado, os agentes efetuaram buscas nas imediações da padaria e conseguiram localizar o acusado pela Rua Armando Beck, no Jardim Planalto.

Em uma revista pessoal, os policiais encontraram em posse do rapaz, de 34 anos, uma sacola plástica contendo os três pacotes de biscoitos, além de R$ 6. Ele acabou detido e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, onde ocorreu o registro da ocorrência pelo flagrante de furto. Na unidade policial, foi determinada uma fiança de R$ 954 para que o acusado fosse liberado, mas por ele não possuir o valor, permaneceu preso.

Posteriormente, o indiciado seguiu em transferência à Cadeia de Sumaré (SP). Ele deverá ser submetido à uma audiência de custódia nesta segunda-feira (16) que determinará se ele permanecerá em reclusão por decorrência do delito.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.