17/02/2016

Gtan encontra entorpecente dentro de berço de criança em Artur Nogueira

De acordo com o registro policial, adolescente suspeito de armazenar a droga foi encaminhado à Delegacia do município.

Um adolescente de 17 anos foi apreendido na tarde desta terça-feira (16), em Artur Nogueira, após a localização de 63 gramas de entorpecente. De acordo com a ocorrência policial, a maior parte da substância foi encontrada dentro de um berço, na casa do menor. A abordagem foi feita pelo Grupo Tático da Guarda Civil Municipal (Gtan) que encaminhou o adolescente até a Delegacia de Polícia do município.

Segundo o Boletim de Ocorrência, os agentes trafegavam pela Avenida XV de Novembro, no Jardim Planalto, por volta das 16 horas, quando avistaram um rapaz, que demostrou espanto ao se deparar com a viatura. A abordagem então foi efetuada.

Conforme o B.O., durante uma revista pessoal os agentes encontraram com o adolescente três porções de uma substância que aparentava ser maconha e R$ 30 em espécie. Segundo o registro da ocorrência, ao ser questionado o menor confirmou que teria teria mais porções do entorpecente guardado em sua residência.

O registro policial relata que os guardas municipais se deslocaram até o endereço do adolescente, no Jardim Bela Vista e entraram na casa na companhia do menor. Ainda segundo o B.O., no interior de um berço de criança foram encontradas mais 21 embalagens da mesma substância, que totalizava 63 gramas.

O Boletim de Ocorrência acrescenta que o adolescente informou ter comprado o entorpecente por R$ 100 e fracionado as porções. Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia de Artur Nogueira onde a ocorrência foi registrada por ato infracional. A unidade policial comunicou que o caso deve seguir para o Foro Distrital do município para a análise.

Após o registro do Boletim de Ocorrência o menor foi liberado na presença da mãe.

IMG_3846 - Copia


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.