07/02/2019

Grupo se manifesta contra bispo responsável por igrejas de Artur Nogueira

“Seja isso verdade ou não, que seja provado e resolvido”, pede nogueirense que participou de manifestação contra o religioso

Letícia Leme

Um grupo de fiéis, de aproximadamente 60 pessoas, se reuniram em frente a Basílica de Americana (SP) neste domingo (3) em atitude de manifestação. No encontro, os manifestantes pediram o afastamento do bispo Vilson Dias de Oliveira, em virtude das denúncias que tramitam contra o líder religioso. Na ocasião, um nogueirense se juntou a causa. “Seja isso verdade ou não, que seja provado e resolvido”, pede.

Em outubro do ano passado (2018), a deputada estadual Leci Brandão (PC do B), recebeu em seu gabinete um dossiê, de aproximadamente 100 páginas registradas em cartório, com acusações contra o padre Pedro Leandro e o bispo Vilson. Ao encaminhar o documento para a Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), o Ministério Público (MP) de São Paulo determinou à Polícia Civil de Americana (SP) e Limeira (SP) que iniciasse as investigações contra os sacerdotes católicos. Sobre o bispo recaem acusações de extorsão, perseguição e enriquecimento ilícito.

Frente as acusações, um grupo de fiéis insatisfeitos estiveram presentes na manifestação realizada em frente à Basílica de Americana (SP) no domingo (3). Os manifestantes confeccionaram cartazes escritos “SOS Diocese”, “#justiça”, “#foraVilson”, “#chegadeabuso” , “#renunciaD.Vilson”, “#cadeianeles”, entre outros. Além disso, os religiosos levaram consigo vassouras, cujo ato simbólico tinha o propósito de “varrer” todos os tipos de abusos que norteiam a igreja, assim como explica um dos manifestantes, morador de Artur Nogueira.

“A nossa manifestação pacífica, onde fizemos um ato simbólico da lavagem das escadarias da Basílica Santuário, quer ser um pedido para que sejam lavadas e varridas da nossa Igreja, não só da Diocese de Limeira, todos os tipos de abusos, sejam eles sexuais, financeiros ou de poder, que não condizem com aquilo que os nossos clérigos prometem diante de Deus no dia da sua ordenação”, relata.

O bispo publicou, no domingo (27), um decreto afastando, por tempo indeterminado, o padre Pedro Leandro Ricardo das funções eclesiásticas dele. O pároco atuava como reitor da Basílica de Santo Antônio de Pádua, em Americana (SP).

A ação foi em virtude das acusações de abuso sexual que recaem sobre ele. No entanto, fiéis insatisfeitos pedem que a mesma medida seja tomada contra Dom Vilson.

Dom Vilson é acusado de extorsão, perseguição e enriquecimento ilícito

“Pedimos que a justiça seja feita e que tudo venha a se resolver, pois o nosso povo está cansado de ouvir sobre esse tipo de coisa acontecendo em nossa Igreja. Seja isso verdade ou não, que seja provado e resolvido. Quanto ao Padre Pedro Leandro Ricardo, que já foi suspenso de suas funções, e nosso Bispo Dom Vilson, peço que todos os fiéis rezem por eles”, conclama o nogueirense.

O Portal Nogueirense solicitou um posicionamento da diocese, por meio da assessoria de imprensa, com relação as atribuições do bispo na instituição, em virtude das investigações que tramitam contra ele. Visto que, após ser aberto um inquérito contra o padre Pedro Leandro, o mesmo foi afastado de suas atividades. A assessoria por sua vez respondeu que “não há nenhum posicionamento de instâncias superiores da Igreja para afastamento de Dom Vilson, até o momento”.

Leia mais

Ministério Público investiga bispo responsável por igrejas de Artur Nogueira

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.