22/08/2017

Golpe do bilhete “premiado” faz mais uma vítima em Artur Nogueira

Desta vez, uma idosa foi alvo do crime, tendo o prejuízo de R$ 6.500

Da redação

Uma idosa, moradora de Artur Nogueira, foi mais uma vítima do golpe do bilhete “premiado” no município. O delito teve registro na Delegacia de Polícia Civil na manhã desta terça-feira (22). Ao todo, R$ 6.500 foram subtraídos pelos golpistas na ação.

O relato da vítima – de 71 anos – para o registro do Boletim de Ocorrência (B.O.), descreve que ela caminhava pela Rua 10 de Abril, no Jardim Santa Rosa, por volta do meio dia. Em determinado momento, um homem a abordou, dizendo que precisava de uma informação sobre um endereço e que não sabia ler as placas de identificação das ruas. A idosa, então, disse a ele que não saberia dar a informação que ele precisava.

Assim, a moradora pediu para uma mulher que se aproximou deles ajudar o homem, sem saber que ela se tratava de uma comparsa do golpe. A referida mulher alegou que o rapaz possuía um suposto bilhete de loteria “premiado”. Foi quando o homem prometeu dar o bilhete à idosa e à mulher, caso elas lhe entregassem R$ 200 mil. Ambos então se deslocaram à casa Lotérica com o carro dele, onde a moça que os acompanhava entrou no estabelecimento e retornou ao veículo, dizendo que o bilhete de fato era verdadeiro, e que o prêmio era avaliado em R$ 5 milhões.

Ao deixarem o local e pararem com o automóvel em uma rua, a mulher desceu e fingiu ter ido à uma residência, retornando com uma espécie de bolsa, alegando ter ali R$ 46 mil como retribuição a ser dada ao homem, que lhes entregaria o bilhete. Acreditando na versão dos dois golpistas, a idosa então se dispôs a ir à agência do Banco do Brasil, onde sacou a quantia de R$ 6.500 e voltou para o carro.

Depois disso, eles pararam em frente ao banco da Caixa Econômica Federal, onde a mulher e a idosa saíram do veículo. A moça disse que iria sacar o prêmio na agência, e o homem, pediu para elas deixarem os celulares no automóvel, para ele ter a certeza de que não iriam ligar para ninguém. Os aparelhos permaneceram no carro juntamente com o dinheiro da idosa.

A comparsa do rapaz deu a desculpa de que havia esquecido a identidade dentro do veículo, então ela entrou no carro e fugiu juntamente com o outro golpista, participante do crime.

A idosa compareceu à Delegacia de Polícia Civil para registrar a queixa por estelionato, mas não há pistas que possam identificar os criminosos até o momento.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.