08/08/2018

Ex-vereador adesiva carro em protesto à privatização do Saean

Reinaldo Amélio Tagliari, conhecido como Melinho, destacou que "os motivos da concessão da autarquia não estão bem explicados"

Da redação

O ex-vereador Reinaldo Amélio Tagliari, conhecido como Melinho, manifestou insatisfação com relação a privatização do Serviço de Água e Esgoto de Artur Nogueira (Saean). Para externar a opinião contrária, ele decidiu adesivar o carro com os dizeres “Não à privatização do Saean”. O antigo parlamentar destacou que os motivos da concessão da autarquia não estão bem explicados.

“A gente vê muita falação e eu resolvi adesivar meu carro mostrando a minha não concordância com a privatização do Saean. Fiz isso porque a autarquia, criada em março de 2002, vem funcionando e atendendo a população”, iniciou a explicação. Mas o ex-parlamentar confessou que problemas existem na gestão. “Apesar de questões pontuais, a equipe está fazendo um bom serviço há 16 anos. Os políticos têm que parar de interferir no serviço do Saean”, exclamou Melinho.

E lembrou, “o que podemos acompanhar é que o Serviço  de Água e Esgoto tem uma saúde financeira boa, tanto é que uma verba de R$ 1,3 milhão foi repassada para a prefeitura para que se pudesse dar continuidade às obras da Estação de Tratamento de Esgoto do Stocco”.

Melinho acrescenta que o momento não é oportuno para adotar tal medida e defende que o interesse público deve estar acima de qualquer interesse. “Hoje, estamos em uma situação confortável. Time que está jogando bem não se deve mexer. Não vejo necessidade dessa privatização nesse cenário atual político-econômico nacional, estadual e municipal. Não conhecemos as regras que serão utilizadas por essa empresa”, disse.

O ex-vereador fez parte da Câmara Municipal no período no qual o Saean foi criado, em 2002. “Fiz parte dessa história. Na minha época, nós lutamos muito para a concepção do Saean. Para mim, essa privatização, que durará 30 anos, não está bem explicada”, protestou.

O assunto da concessão do Saean será discutido também no final desta semana. Para tanto, na sexta-feira (10) haverá uma audiência pública, marcada pelo prefeito Ivan Vicensotti (PSB). Indagado sobre essa reunião, Melinho é didático. “A audiência pública para tratar deste assunto está marcada em um horário muito ingrato. As pessoas trabalham, tem dificuldades para ir lá. Mas a população tem que mostrar seu ponto de vista, descontentamento, enfim, isso irá pesar na decisão final. Se o povo manifestar contradição, talvez se pense em rever a privatização”, defendeu.

O encontro aberto à população acontecerá a partir das 9h, no auditório do Núcleo Administrativo  Municipal, localizado na rua Rua Nossa Senhora das Dores, 629, Centro.

………………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.