20/01/2019

Estudo aponta que Artur Nogueira tem ‘ineficiência crítica’ em Educação

Cidade ficou na 224ª posição dentre as 598 cidades que disponibilizaram os dados; Na RMC, município ocupa a 8ª colocação

Henrique Oliveira

Um estudo apontou que a Educação de Artur Nogueira tem ‘ineficiência crítica’ pelo Atlas da Eficiência da Gestão Municipal. Lançado no final do ano passado (2018) pelo I3gs – órgão ligado à Universidade de Brasília (UnB) – o município nogueirense ocupa a 224ª posição no ranking de 598 cidades.

O estudo compara a gestão pública de Educação entre as cidades do Estado de São Paulo em números para diferenciar as mais eficientes das menos eficientes na pasta municipal. Para se chegar nestas estatísticas, a pesquisa levou em consideração a aprovação de alunos, retenção, valor investido por cada estudante e proficiência.

Segundo o Atlas, Artur Nogueira investe R$ 6.951,44 anualmente por aluno. Para o estudo, a cidade teria que se adequar a um ajuste de (-) 32,3%, chegando a R$4.383,26 por discente. Ainda de acordo com o guia, “O [município] produz 67,6% do que poderia produzir considerando os insumos disponíveis”. O relatório também informa que a nota média do município no Ideb é de 6,5 e que a desistência escolar é de 0,0% do total de matriculados.

Do total de 645 municípios do Estado de São Paulo, 598 cidades disponibilizaram os dados para a realização do Atlas. Dez municípios foram considerados eficientes, 46 ineficiência moderada, 313 ineficiência crítica e 229 ineficiência extrema.

A cidade ficou na 224ª posição dentre as 598 cidades que disponibilizaram os dados. Porém, nem todos disponibilizaram as informações para a realização da pesquisa.

Confira a nota na íntegra da Secretaria de Educação de Artur Nogueira

“Esse novo estudo realizado sobre a eficiência na Gestão da Educação Municipal faz uma avaliação entre o aprendizado e os recurso aplicados. Dos 598 municípios analisados, Artur Nogueira está na 224° posição de eficiência. Entre a Região Metropolitana de Campinas (RMC) estamos na posição 8°.

A Gestão na Educação deve acontecer de maneira equilibrada focando sempre o aprendizado do aluno e a valorização dos professores e profissionais da Educação. Estamos trabalhando cada dia para que nossos índices de avaliação continuem melhorando”, relata Elaine Vicensotti Boer, secretária da Educação nogueirense.

…………………………

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.