07/01/2012

ENTREVISTA DA SEMANA: Prefeito Marcelo Capelini

Prefeito fala sobre pavimentação, inaugurações, governo e futuro

Marcelo Capelini

Não coloquei meu gabinete no Pronto-Socorro, mas coloquei o Pronto-Socorro dentro do meu gabinete”

———————–

Alex Bússulo

Quarta-feira, dia 4 de janeiro de 2012, às 17h20. Recebo uma ligação que confirmaria a realização da primeira entrevista do ano. Do outro lado, o prefeito Marcelo Capelini (PT) afirma que poderá nos atender em seu gabinete em alguns minutos. Deixo o escritório acompanhado do fotógrafo e caminhamos até a prefeitura. Na bolsa, carrego algumas folhas contendo perguntas e reportagens passadas. Na cabeça, o questionamento de vários assuntos a serem abordados – a vez em que o prefeito afirmou que inauguraria a Escola Modelo em 40 dias, a pavimentação de ruas, a situação do Pronto-Socorro, entre outras coisas.

Devido o horário avançado, já após o fechamento ao atendimento ao público, entramos pelos fundos da prefeitura. Já deserta, somos recepcionados pelo porteiro que nos permite a entrada e aponta a localização.

Vamos pelo corredor já com as luzes apagadas e ao fim encontramos o chefe de Gabinete, Mauro da Vinha, que nos abre a porta. Do outro lado Capelini, vestindo uma camisa listrada e com aparência de cansaço, monitorando o que acontece em tempo real a sala de espera do Pronto-Socorro pelo telão de sua sala.

Cumprimento o prefeito, sentamos em um sofá e damos início a uma conversa de mais de duas horas, que você acompanha a seguir.

VOCÊ PROMETEU ALGUMA COISA EM CAMPANHA QUE NÃO VAI CONSEGUIR CUMPRIR? Em 2008 prometi que se fosse eleito iria montar o meu gabinete dentro do Pronto-Socorro e isso não vai acontecer. Naquela época nós vivíamos outra realidade na Saúde nogueirense. Não sei o que ocorria, mas a situação exigia uma postura decisiva do prefeito e eu cheguei a afirmar que, se fosse necessário, montaria meu gabinete lá dentro. Depois que fui eleito dediquei-me a solucionar o problema e estamos conseguindo melhorar, e muito. Hoje, percebo que colocar meu gabinete no Pronto-Socorro não iria ajudar em nada. Eu acabaria exercendo a função do secretário de Saúde, e não de prefeito. O avanço na Saúde é notório. Alguns setores públicos do município são monitorados por câmeras, inclusive o PS, como você notou quando entrou aqui. Eu não coloquei meu gabinete no Pronto-Socorro, mas coloquei o Pronto-Socorro dentro do meu gabinete.

PERCORRENDO AS RUAS DE ARTUR NOGUEIRA PODEMOS NOTAR QUE EXISTEM OBRAS QUE JÁ DEVERIAM ESTAR INAUGURADAS, MAS QUE FICARAM APENAS PARA 2012, TAIS COMO ESCOLA MODELO, PRONTO-SOCORRO E PRAÇA DO CORETO. ISSO É UMA JOGADA POLÍTICA, UMA VEZ QUE ESTAMOS EM ANO DE ELEIÇÃO? Não! Isso não tem nada a ver. Algumas obras atrasaram porque apareceram alguns problemas. Aconteceram várias inaugurações em meu governo nos outros anos. Então quer dizer que não podemos inaugurar nada em ano político? Eu não sei por que a gente fica falando em inauguração se eu não fico inaugurando obra. Normalmente fico preocupado em outras coisas. Em muitas inaugurações eu não estive presente, não sou disso. A creche do Bela Vista é um exemplo, quando ela foi inaugurada no ano passado eu estava correndo atrás de coisas mais importantes e não compareci. Aconteceu a mesma coisa com as quadras cobertas das escolas, não estive presente em nenhuma dessas inaugurações.

PREFEITO, NÃO PODE PARECER MUITA COINCIDÊNCIA TODAS ESSAS OBRAS SEREM INAUGURADAS EM UM ANO POLÍTICO? Pode. Quem quiser defender essa tese que defenda. Eu não estou preocupado com o que a Política fala, meu compromisso é com a população nogueirense e é com ela que eu vou ter que prestar minhas contas.

UMA DAS MAIORES RECLAMAÇÕES DA POPULAÇÃO É QUANTO A PAVIMENTAÇÃO DE RUAS EM ARTUR NOGUEIRA. QUANDO, DE FATO, ESSAS OBRAS VÃO INICIAR? Uma das coisas que eu prometi em campanha e não tem mais como cumprir, como você já me perguntou, é a questão do asfalto no Jardim Carolina, que eu prometi que seria asfaltado logo no meu primeiro ano de governo.

O QUE ACONTECEU? A proposta naquela época era de fazer a pavimentação com recursos próprios do município. Mas os planos mudaram quando em 2009 conseguimos cadastrar Artur Nogueira no PAC 2. O dinheiro que seria usado no Carolina foi utilizado como contrapartida no programa, para assim poder beneficiar mais bairros com asfaltos, além de outros setores do município. Com o PAC poderemos construir as galerias pluviais do Carolina, que colocando no papel são praticamente mais caras que o próprio asfalto. O que as pessoas têm que entender é que o problema não está apenas no asfalto. Poderíamos asfaltar o bairro sem galerias e nem se importar com os bairros que ficam mais embaixo, tais como o São Vicente que receberia muito mais água nas alagações. O problema tem e será resolvido de vez. Eu tenho um grande carinho pelo Carolina. A ordem de serviço é que a primeira obra comece nesse bairro.

QUANDO? A previsão é que se encerre o processo licitatório em meados de maio, mas não acredito que as obras comecem antes de junho. Eu não quero me prender a datas porque se não vão dizer que estamos fazendo isso só em época de eleição, o que não é verdade. Estamos trabalhando com o PAC há mais de dois anos! São R$ 12 milhões para o asfalto, R$ 12 milhões para construção de estações de tratamento de esgoto, R$ 12 milhões para o ‘Minha Casa, Minha Vida’, R$ 2 milhões para a Praça do PAC e R$ 1,5 milhão para a construção de creches. São quase quarenta milhões destinados a Artur Nogueira.

QUANDO O PRONTO-SOCORRO SERÁ REINAUGURADO? Quando ficar pronto. Eu quero o mais antes possível. O secretário de Saúde também. Eu já falei para o Flávio [secretário de Saúde] ir colocando em funcionamento o que já estiver pronto. Teremos um espaço melhor, mais amplo, que vai contribuir para melhorar o atendimento à população. A inauguração já era para ter acontecido em dezembro, mas precisamos acertar algumas coisas, e vai ficar para este mês de janeiro. Também estamos trabalhando para trazer o Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, para Artur Nogueira, não apenas para a inauguração do Pronto-Socorro como também da Unidade de Saúde do Sacilotto.

EM MAIO DE 2011, VOCÊ ACOMPANHOU NOSSA REPORTAGEM ATÉ A ESCOLA MODELO E AFIRMOU QUE EM 40 DIAS O PRÉDIO SERIA INAUGURADO, O QUE NÃO VEIO A ACONTECER. O QUE MUDOU? Faltava muito pouco para concluir as obras naquele momento. O pessoal da empreiteira chegou a colocar a reportagem na parede e até usaram ela como meta. Mas infelizmente surgiram problemas. A Elektro não aprovou o projeto original e tivemos que iniciar e corrigir uma parte da estrutura elétrica, ligada aos transformadores. Agora, vamos iniciar o ano letivo com a inauguração da Escola Modelo, que será utilizada pelos alunos do Cardona.

VAMOS FALAR DO TEATRO MUNICIPAL RENÉ MARCOS POSI… Ele precisa de reformas! Mandei parar com todas as programações que seriam realizadas ali dentro por causa da situação que ele se encontra.

MAS EXISTE ALGUMA PREOCUPAÇÃO DO GOVERNO MUNICIPAL EM REFORMAR ESSE ESPAÇO? Vamos dar uma melhoradinha nele. Não tem como investir muito dinheiro devido às contrapartidas que propusemos para o PAC. Estou trabalhando para que essa reforma, mesmo que pequena, aconteça. Vamos ter que trocar as poltronas e o carpete, fazer a pintura e uma nova instalação elétrica.

EM DEZEMBRO, A CÂMARA MUNICIPAL PEDIU VISTAS DO PROJETO SOBRE O LOCAL QUE VOCÊ SUGERIU QUE FOSSE CONSTRUÍDO O PRÉDIO DA NOVA DELEGACIA. POR QUE A ADMINISTRAÇÃO ESCOLHEU AQUELA LOCALIDADE, PRÓXIMA AO BALNEÁRIO MUNICIPAL? A cidade vai crescer para aquela direção. Em um futuro, a delegacia se for construída naquele local, ficará no centro da região urbana, o que facilitará o acesso. Também temos os planos de construir no Balneário Municipal a Praça dos Três Poderes, que vai concentrar os prédios da Prefeitura, da Câmara e do Fórum. Sugeri aquela área pensando no futuro.

MAS O LOCAL GEROU RECLAMAÇÕES POR PARTE DOS MORADORES DAQUELA REGIÃO… E onde é que eu vou construir? Na lua? Existe uma informação de que a proximidade de uma delegacia traz insegurança, mas o que acontece na verdade é o contrário. Tem muitas empresas que fariam de tudo para ter uma delegacia instalada ao lado. Agora, vamos estudar junto com a Câmara a viabilidade do local.

ESTAMOS EM JANEIRO, UMA ÉPOCA EM QUE OS MORADORES DO JARDIM SÃO VICENTE SOFREM COM AS ALAGAÇÕES DEVIDO ÀS CHUVAS. O QUE O GOVERNO MUNICIPAL TEM FEITO PARA RESOLVER O PROBLEMA? O que acontece nesse bairro é que a obra realizada ali não foi suficiente para a captação da água da chuva. Para resolvermos o problema teríamos que rasgar toda a rua e aumentar a capacidade da saída da enxurrada.

EM ENTREVISTA EM JULHO DE 2011, O EX-PREFEITO LUIZ DE FAVERI AFIRMOU QUE O PROBLEMA ACONTECE PORQUE A ATUAL ADMINISTRAÇÃO NÃO REALIZA A LIMPEZA DIARIAMENTE NOS BAIRROS VIZINHO AO SÃO VICENTE… Sim e não. Estamos trabalhando para que a população se conscientize e não jogue lixo nas ruas, o que acaba provocando o entupimento das galerias pluviais. Com a construção das galerias no Jardim Carolina vamos amenizar a quantidade das águas que descem até o São Vicente. Quando o Luiz desapropriou o terreno, onde foi construído o piscinão, ele não construiu a casa para a família que morava lá. Foi a minha administração que teve que construir a casa. Eu poderia ter usado esse recurso para amenizar o problema se ele não tivesse feito o serviço pela metade. Hoje, além da limpeza, estamos discutindo a possibilidade do aumento da profundidade do piscinão, que pode ajudar na infiltração da água da chuva.

HOJE, POR VÁRIOS PONTOS RURAIS, PRINCIPALMENTE À BEIRA DE ALGUMAS VICINAIS, ENCONTRAMOS UMA GRANDE QUANTIDADE DE LIXEIRAS TRANSBORDANDO DE LIXO. EXISTE ALGUMA AÇÃO PARA AUMENTAR O NÚMERO DE COLETAS? Veja bem, por um lado é bom que esses resíduos estejam transbordando em um local, pois significa que não estão sendo depositados em rios e matas. O grande câncer de Artur Nogueira foi o crescimento desordenado dos loteamentos irregulares no passado. Sem planejamento, algumas pessoas se mudaram para essas áreas e, claro, começaram a produzir lixo. O preço pago pela coleta é alto, mesmo assim a realizamos uma vez por semana. Estamos estudando a possibilidade de colocarmos caçambas no lugar das lixeiras, assim diminuiríamos a quantidade de lixo que se mistura com a terra e acaba ficando no local.

O PT DISCUTE TRÊS NOMES PARA A PRÓXIMA ELEIÇÃO: DO ATUAL SECRETÁRIO DE FINANÇAS CLAUDINEI DE SÁ, DA EMPRESÁRIA ALCIONE COSER E DO ATUAL SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO ALCEBÍADES DE SÁ. QUEM SERÁ O SEU CANDIDATO? O meu candidato será o candidato do governo. Ainda é muito cedo para definir qualquer coisa. Seria indelicado de minha parte fazer uma declaração sem antes conversar com o grupo.

O QUE VOCÊ PRETENDE FAZER QUANDO DEIXAR DE SER PREFEITO? Vou voltar temporariamente para o meu escritório de advocacia. A Prefeitura me ensinou muito, ganhei muito conhecimento por aqui, uma verdadeira escola. Quero continuar trabalhando no serviço público. Tenho muito a colaborar com as instituições públicas, seja em nível municipal, estadual ou até federal.

PODEREMOS TER EM 2014 O CAPELINI PARA DEPUTADO? Existe essa possibilidade. Tenho que trabalhar algumas coisas ainda, mas é uma ideia.

COMO VOCÊ QUER SER LEMBRADO FUTURAMENTE? Simplesmente como o Marcelo, um homem que fez o que era possível para mudar a forma de administrar uma cidade.

 

Marcelo Capelini

Marcelo Capelini


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.