19/05/2010

Dr. Thiago Resck explica quando você deve tirar o siso (ou não)

E quais os riscos de não se atentar para isso

Informe publicitário

O terceiro molar, popularmente conhecido por dente do “siso”, ou ainda dente do “juízo”, nasceu. E agora? É preciso extrair, ou não? Essa é uma dúvida muito comum entre pais e adolescentes que visitam o consultório do Dr. Thiago Resck diariamente. Saiba porque o dente do siso nasce e como proceder como isso acontece.

Os dentes do siso nada mais são do que os últimos dentes a nascerem na cavidade bucal, por conta disso, muitas vezes não há espaço suficiente para que eles se instalem adequadamente. Quando isso acontece, ele pode assumir várias posições e ficar totalmente impactado/incluso dentro do osso ou com uma parte dentro do osso e outra parte fora (semi-incluso).

Sisoss-e1378761401883-1495219225

Os riscos de manter um siso, mesmo que haja espaço considerável, são grandes. Por estar instalado em uma região de difícil alcance, ele tende a ser negligenciado e desta forma se torna um atrativo para as bactérias. Para quem não usufrui de uma arcada dentária espaçosa, os riscos são maiores ainda. O paciente se torna passível de sofrer com infecções e entortamento dos dentes vizinhos, além de cáries e doenças gengivais.

Embora a maioria das pessoas só procurem um dentista na hora de dor e incômodo, é aconselhável procurá-lo entre os 15 e 18 anos de idade, evitando assim possíveis patologias. Se você sente que seu dente do juízo está nascendo, faça uma visita ao consultório do Dr. Thiago Resck. Lá você terá conforto, bem-estar e segurança além de receber tratamento odontológico de alto padrão de qualidade, de acordo com as normas de biossegurança.

Dr. Thiago Souza Resck

Dr. Thiago Resck está localizado na Rua 24 de Outubro, 1037, Sala 07, Centro. Telefone: (19) 3877-1720. Agende seu horário para uma avaliação completa. Confira no facebook. E-mail: drthiagoresck@gmail.com.


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.