03/02/2016

Dr. Flávio se filia ao PSDB e deve retornar ao cenário político de Artur Nogueira

Filiação aconteceu dias após o dentista se reunir com Celso Capato. Anúncio foi feito nas redes sociais pelo deputado Cauê Macris.

O ex-secretário de Saúde na gestão Capelini e segundo colocado nas eleições municipais para prefeito, Dr. Flávio Almeida, se filiou esta semana no PSDB. O ato de adesão à sigla ocorreu na última segunda-feira (01), no gabinete do deputado estadual Cauê Macris (PSDB), líder do governo Alckmin na Assembleia Legislativa. O anúncio foi feito por meio do perfil do deputado em uma rede social. De acordo com a publicação, os dois trataram de assuntos relacionados a área da saúde e ainda a respeito da filiação do dentista ao partido.

Procurado, Dr. Flávio disse que entraria em contato com a redação até a noite desta terça-feira (02), mas não retornou a ligação até o fechamento da matéria.

Na quarta-feira (27) da semana passada, Flávio se reuniu com o atual prefeito Celso Capato (PSD). A reunião aconteceu as portas fechadas dentro do gabinete do prefeito e durou mais de uma hora. O teor da conversa não foi divulgado.

dr flavio

Questionado se a filiação de Flávio representaria uma articulação para conduzir o dentista a prefeitura, João Carlos Fernandes, presidente do PSDB afirmou:“A vinda do Flávio veio sem nenhuma condicionante. Mas claro que não descarto a possibilidade de ele ser um candidato”.

De acordo com o presidente da sigla, o PSDB tem até e março para definir a conjuntura interna do partido para as eleições de 2016. “O nosso objetivo principal hoje é ter candidato majoritário. Até o final de março vamos definir se vamos ter candidatura própria ou se vamos compor na chapa com outro partido”.

Dr. Flávio

Em 2010 Flávio assumiu a Secretaria de Saúde do município. Nas últimas eleições municipais, Dr. Flávio disputou a vaga de representante do Executivo pelo PSL, com o apoio do então prefeito Marcelo Capelini, e ficou em segundo lugar, com 6.551 votos, o equivalente a 28% dos votos válidos.

A candidatura de Flávio, em 2012, se deu após Claudinei de Sá, escolhido de Capelini para sucedê-lo na prefeitura, perder as prévias internas do Partido dos Trabalhadores (PT) para Alcione Coser. Com a derrota, o ex-prefeito saiu do partido e buscou em Flávio, secretário de Saúde à época, uma forma de garantir a vitória. Estratégia que fracassou, mas que rendeu ao médico a notoriedade que lhe garante poder de barganha para estas eleições.


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.