01/11/2018

Demarcação do ‘Projeto Casulo’ em Artur Nogueira sofre ato de vandalismo

Placa de identificação da instalação foi arrancada, resultando em dano ao patrimônio público

Da redação

Um marco para a cultura e memória de Artur Nogueira foi alvo de vandalismo no município. O caso foi denunciado ao Portal Nogueirense nesta quarta-feira (31) por um leitor. Se trata da instalação do ‘Projeto Casulo’, iniciada em 2001, e que teve a placa de identificação arrancada do local.

O alvo do crime está situado na Praça do Coreto, no Centro da cidade. A demarcação do ‘Projeto Casulo’, uma espécie de “cápsula do tempo”, teve a placa de identificação removida em uma ação de vandalismo. Idealizado pelo historiador e jornalista Luiz Carlos Fromberg “Mano Ferreira”, mais conhecido como Mano Fromberg, o ‘Projeto Casulo’ foi instalado em abril de 2001.

Um ano antes, em 2000, Mano iniciou uma série com 130 horas de filmagens terrestres e aéreas a respeito de Artur Nogueira, incluindo eventos culturais, religiosos, cívicos, além de entrevistas com famílias tradicionais da cidade, com o intuito de armazenar o material no referido ‘Casulo’. Além disso, o compartimento produzido com uma caixa em vidro, chapa metálica e concreto, também guarda fotos, revistas, jornais, documentos, entre outros objetos que representam a memória de Artur Nogueira, município ‘Berço da Amizade’. Todo o material foi coletado por Fromberg dentro do período de um ano.

Amparado pela Lei Municipal 2.579, o ‘Projeto Casulo’ promovido por Mano, tem o intuito de preservar a história do município e dos moradores, proporcionando para as gerações futuras um relato de como vivia a sociedade nogueirense em meados de 2000 e décadas passadas, incluindo a cultura e as tradições de quem vive, ou viveu, na cidade de Artur Nogueira. O material armazenado poderá ser conferido em 10 de abril de 2100, data prevista para a abertura do ‘Casulo’.

Mas todo esse árduo trabalho de profunda pesquisa realizado por Mano Fromberg foi subvertido e atacado com o ato de vandalismo ocorrido em relação à instalação. A demarcação em cimento, que está localizada na Praça do Coreto, indicando o local exato onde está o ‘Casulo’, foi vandalizado. A placa de identificação da instalação, que inclusive, levava a inscrição do nome de Mano, foi vandalizada, sendo arrancada do local.

Procurado pelo Portal Nogueirense para comentar a respeito do ocorrido relacionado ao ato de vandalismo, Mano Fromber, criador do ‘Projeto Casulo’, afirma que a falta de respeito com o patrimônio cultural por parte de algumas pessoas e a má conservação por parte do poder público, infelizmente, já é algo de se esperar. “Passei um dia desses por lá e notei o estado da demarcação. Quer saber o que realmente eu pensei? Lembro-me de ter sorrido e dito a mim mesmo: “estranho é se estivesse em ordem”. Daqui há alguns dias não vão mais saber o que faz ali aquele pedaço de concreto e vão arrancá-lo também. O que me dá, e me deu realmente prazer, foi ter criado e executado esse projeto, apenas isso. Agora ele é um filho que está seguindo caminho próprio”, afirma Fromberg.

O ato ainda não teve o autor identificado, mas deverá ser apurado por autoridades e pessoas envolvidas com a Cultura da cidade, a fim de responsabilizar o autor do delito. De acordo com o Artigo 163 do Código Penal Brasileiro (CPB), com Decreto de Lei nº 2.848/40, “destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia”, incluindo o patrimônio público, é crime, podendo resultar em “pena de detenção, de um a seis meses e/ou multa” ao responsável pelo delito.

Prefeitura

O Portal Nogueirense solicitou um parecer da Prefeitura de Artur Nogueira em relação ao ocorrido, questionando se o setor tinha conhecimento sobre o fato e como deveria ser reparado o dano causado ao patrimônio público. Porém, até o fechamento desta matéria na tarde desta quinta-feira (1), não foi possível obter nenhum retorno por parte do departamento.

Leia também

Cápsula do tempo será aberta daqui 87 anos em Artur Nogueira

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.