24/03/2020

Delegado de Artur Nogueira explica a restrição de atendimento da Polícia Civil

Unidade deverá atender apenas casos mais urgentes de representação policial, já os demais, serão registrados pela internet

Da redação

A Delegacia de Polícia Civil de Artur Nogueira está em atendimento restrito de ocorrências no município. A unidade deverá atender apenas casos mais urgentes de representação policial, já os demais, serão registrados pela internet. A medida ocorre por determinação da Delegacia Geral do setor frente à pandemia de coronavírus (Covid-19) para que a proliferação do vírus não ocorra na cidade.

O delegado titular da Delegacia nogueirense, Dr. Lúcio Antônio Petrocelli, falou ao Portal Nogueirense sobre a determinação. Conforme ele explica, a unidade não deixará de efetuar o atendimento ao público, apenas restringirá o registro de algumas ocorrências, que deverão ser feitas pela internet pelos munícipes.

“As orientações que a gente tem são as que a Secretaria de Segurança Pública (SSP-SP) nos passou. Temos um plano de contingência estabelecido pela Delegacia Geral de Polícia Civil, então pedimos a compreensão geral da população nesse momento de estado de calamidade pública devido a pandemia. As pessoas só devem procurar a Delegacia em casos mais extremos”, explica Dr. Petrocelli.

Entre as ocorrências que continuarão a ter registro de forma presencial na Delegacia de Polícia de Artur Nogueira, assim como em todo o Estado de São Paulo, estão as notificações de crimes como roubo com violência, homicídio, estupro, acidente de trânsito fatal, sequestro, violência doméstica. Os delitos também podem ser realizados pelos agentes de segurança que atenderem às ocorrências, não necessariamente pela população.

Já os crimes de menor potencial ofensivo em que não há urgência extrema de representação, como por exemplo, furto, calúnia, difamação, ameaça e perda de documentos, podem ser registrados eletronicamente pela internet. Inclusive, em período de quarentena, foi também aberto um novo tópico junto ao serviço para denúncias de pessoas que estejam circulando e não respeitando o período de resguardo domiciliar, determinado pelo Governo do Estado.

“Precisamos deixar claro para a população que as ocorrências registradas pela internet serão computadas e os casos investigados. Estamos atendendo na Delegacia apenas os casos mais urgentes, não podemos ter aglomerações. Caso as pessoas precisem vir à unidade, os acompanhantes não devem trazer junto as crianças ou idosos, venham sozinhas. Se necessário um acompanhante, este deverá esperar do lado de fora da Delegacia ou dentro do veículo em que estiverem. É uma situação grave que está impactando todo o comércio, os bancos, cartórios, fóruns, todos os setores. É preciso o bom senso de todo”, acrescenta.

Além da Delegacia de Polícia Civil do município, o Fórum de Artur Nogueira, entre outros setores também restringiram o atendimento ao público. Alguns servidores e magistrados não estão em trabalho de forma presencial nos locais, sendo reduzido o quadro de servidores e carga horária das unidades.

Na Capital, a Assembleia Legislativa (Alesp), a Câmara Municipal e o Ministério Público (MP) interromperam o funcionamento. A Polícia Federal e a Justiça Estadual do Estado também estão restringindo os atendimentos.

Os atendimentos à ocorrências pela internet devem ser feitos pela Delegacia Eletrônica da Polícia Civil do Estado de São Paulo. Para mais informações, os interessados podem entrar em contato com a Delegacia de Artur Nogueira pelo telefone (19) 3877-1400.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.