11/03/2019

Cristiano da Farmácia nega novas inscrições para casas populares

Segundo parlamentar, o boato tem se espalhado pela cidade há algumas semanas

Daniela Fernandes

O vereador Cristiano da Farmácia (PR) negou que haja processo de inscrição para novas casas populares em Artur Nogueira. A declaração foi dada nesta segunda-feira (11) durante Sessão Ordinária da Câmara. Segundo parlamentar, o boato tem se espalhado pela cidade há algumas semanas.

“Venho sendo questionado há algumas semanas sobre inscrições de casas populares. Não existem inscrições! Se alguém está dizendo esse tipo de coisa, é mera especulação”, esclareceu. De acordo com o republicano, não existe nenhum processo por parte do Poder Executivo em andamento e frisou que, caso fosse verdade, toda a vereança teria conhecimento.

Cristiano (PR) lembra que há possibilidade do Governo do Estado de São Paulo construir imóveis no bairro Sacilotto 2, porém, atualmente não consta nenhuma iniciativa em andamento. “Fica o alerta à população para que não seja enganada. Uma pessoa de má fé pode ir arrecadando dinheiro e acabar prejudicando os moradores que, consequentemente, irá buscar esclarecimento junto à prefeitura”, preveniu.

Unidades habitacionais

No dia 19 de setembro de 2018, o prefeito Ivan Vicensotti (PSB) esteve na secretaria de Habitação do Estado, para buscar parceria com o Governo para a construção de 200 unidades habitacionais em Artur Nogueira. Estiveram presentes na reunião, o secretário estadual de habitação Paulo Cesar Matheus da Silva, o gerente da Regional do CDHU Marco Aurélio Magalhães Faria Júnior, o secretário de planejamento de Artur Nogueira Aldrin Alan de Oliveira Silva e o engenheiro da Prefeitura, Noil Henrique Machado.

Leia mais

Artur Nogueira receberá 200 unidades habitacionais

……………………………………

Tem uma sugestão de entrevista? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.