25/02/2016

Colégio Anglo comemora ótimos resultados de seus alunos em vestibulares nacionais

Conheça duas estudantes aprovadas em grandes universidades e saiba como o Anglo prepara seus estudantes para os vestibulares mais concorridos

Informe publicitário

O Colégio Anglo está há mais de 12 anos influenciando positivamente crianças e adolescentes de Artur Nogueira. Nesse período, a instituição de ensino conquistou a confiança da população e consolidou uma importante tradição: formar alunos preparados para o vestibular e para os desafios da vida.

Dois exemplos disso são as alunas Milena Simões da Fonseca e Amanda Alexandre, ambas com 18 anos. Elas estudaram no Anglo por muitos anos e se formaram no final de 2015. Como era de se esperar, as duas foram aprovadas em concorridos vestibulares de universidades públicas nacionais e, agora, devem iniciar uma nova fase na vida acadêmica: o Ensino Superior.

IMG_3911

Milena – Engenharia Mecânica (IFSP)

No Anglo desde a primeira série do Ensino Fundamental, em 2005, Milena acompanhou as várias reformas e ampliações do colégio, inclusive a mudança para o atual endereço – momentos que ela lembra com muito carinho. Foram 10 anos de muita dedicação e esforço nos estudos.

Durante esse, tempo, com mais ênfase no Ensino Médio, ela e seus colegas foram preparados para o vestibular pelo colégio, que não poupa esforços para qualificar seus estudantes. “O que achei fundamental foi a lousa digital, que chegou na hora exata”, afirma a ex-aluna se referindo ao segundo semestre do “terceirão”, quando a pressão dos processos seletivos das faculdades se intensifica.

ProCindya

A lousa digital, assim como a plataforma Plurall, são dois diferenciais do Sistema Anglo que facilitam a vida dos estudantes dentro e fora da sala de aula. São duas maneiras de usar a internet para aumentar as capacidades deles e proporcionar maior eficiência na aquisição de novos conhecimentos.

“Outra coisa que achei muito importante foi a visita de ex-alunos que hoje são profissionais ou estudantes qualificados e que vieram ao Anglo palestrar”, conta Milena. Esses ex-estudantes deram preciosas dicas de como se preparar para os exames das universidades e como se dar bem na vida de universitário – dicas que foram muito apreciadas pela estudante.

Ela foi aprovada em três vestibulares: Engenharia de Produção na Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), Engenharia Mecânica no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) e o primeiro lugar de Engenharia de Produção no Centro Universitário Salesiano de São Paulo (Unisal). Das três opções, Milena escolheu a segunda para cursar em 2016.

angloformatura2015 (22 de 54)

Amanda – Pedagogia (Unicamp)

“Eu era de Piracicaba e vim de uma escola muito boa que tinha ensino bilíngue e um método bem diferente”, relata Amanda, aluna do Anglo desde 2010, quando cursou o oitavo ano do Ensino Fundamental. “Ao chegar, estranhei a diferença dos métodos avaliativos, mas preferi muito mais os materiais e professores do Anglo, que são realmente muito bons”, destaca.

Segundo a estudante, um dos pontos em que ela mais se desenvolveu foi a redação. “Eu melhorei muito com o professor Paulinho Munhoz e até ganhei o concurso EPTV na Escola quando estava no 9º ano”, comemora. Para Amanda, porém, o que realmente fez a diferença na preparação para o vestibular foram os grupos de estudos, que se reuniam para “se matar de estudar”.

Amanda foi aprovada em dois vestibulares de Pedagogia: o da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Campinas e o da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que foi a escolha dela para ingressar em 2016.

Conselhos

Quando perguntadas sobre quais conselhos dariam para os estudantes do Anglo que se preparam para o vestibular este ano, as duas concordam que deve ser dada muita atenção às chamadas “tarefas mínimas” e “tarefas complementares”, exercícios que ajudam o aluno a aplicar o conhecimento adquirido na aula. “Aula dada é aula estudada”, afirma Amanda.

Segundo Milena, realizar essas tarefas nos horários extraclasse contribui para que os estudantes assimilem melhor o conteúdo explanado pelos professores. “Assim, no terceiro ano, o aluno já aprendeu praticamente tudo e só vai ter que revisar para o vestibular”, explica.

Anglo

Outro diferencial do Anglo que deve ser bem aproveitado é o simulado. Além de conter questões dos principais vestibulares do país, ele ajuda o aluno a se acostumar com a tensão física e emocional sob a qual serão submetidos nos processos seletivos. Os resultados dos simulado incluem as notas por cada matéria aplicada no exame, permitindo ao estudante verificar em que temas precisa melhorar e em quais está indo bem.

Outros resultados

Entre os outros alunos do “terceirão” que conquistaram bons resultados nos vestibulares nacionais, também podem ser citados Lucas Ronqui (foto abaixo), aprovado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas no IFSP, Ricardo Augusto Toffoli, aprovado na Unesp, e a aluna Taís Maeda, que conseguiu o 8º lugar em Zootecnia na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

Além dos excelentes resultados obtidos pelos formandos do 3º ano do Ensino Médio, alguns estudantes do Anglo que completaram o 9º ano do Ensino Fundamental também conseguiram aprovação em cursos do Colégio Técnico de Limeira, que é ligado à Unicamp, e da Escola Técnica (Etec) Trajano Camargo. Entre eles, estão: Gabriel Tagliari Mauro (Mecânica), João Augusto Conde (Mecânica), Rebeca Scholl (Nutrição), Júlia Silva Melo (Nutrição) e Beatriz Aleixo (Eventos).

Tradição de qualidade

Para Vivian Dutra, diretora do Colégio Anglo, os excelentes resultados que os alunos da instituição apresentaram é fruto dos anos de intenso trabalho e dedicação por parte dos profissionais da escola. “Ser professor é uma missão divina”, declara. “Eu escolhi essa profissão, mas tenho certeza que foi Deus quem me colocou ali. Então a oportunidade de ver elas brilhando não tem preço para mim. É uma satisfação e espero continuar a fazer isso na vida dos outros”, acrescenta.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.