10/08/2019

Celso Capato se posiciona sobre sua atual situação política

Ex-prefeito emitiu uma nota em uma de suas redes sociais

Da redação

O ex-prefeito Celso Capato publicou em suas redes sociais um esclarecimento sobre sua atual situação política. O texto se deve a um fato ocorrido em 2016. Os desdobramentos de uma revista publicada pelo político começou no ano seguinte e foi publicado pelo Portal Nogueirense em maio de 2017, quando ele foi condenado por abuso de poder político e econômico, decisão que na época foi recorrida pelo ex-prefeito.

De acordo com o recurso eleitoral nº 1174-25.2016.6.26.0075, Classe nº 30, de Artur Nogueira (SP), Capato foi acusado de abuso de poder político e econômico e por conduta vedada. Segundo o texto do recurso, disponível no Diário da Justiça Eletrônico do TRE-SP, o ex-prefeito teria publicado uma revista em 2016 que enaltecia a própria pessoa, ação caracterizada como “campanha privada ostensiva de autopromoção com evidente intuito de impulsionar a sua candidatura, sem que, entretanto, os valores gastos fossem contabilizados na campanha”.

Em sua página no Facebook, Capato  se posicionou sobre o tema. “Quero explicar a todos que durante as eleições de 2016 entraram na justiça eleitoral com um pedido cassação de minha candidatura por conta de um jornal que fizemos antes do período vedado para propaganda jornal este simples em papel jornal pagos com meu dinheiro de cuja cópia do cheque meu que foi pago a gráfica está anexada ao processo para divulgar o trabalho que realizei nos quatro anos de mandato em Artur Nogueira”, afirma um trecho da nota.

Em seu posicionamento o ex-prefeito também afirma quais medidas já goram O Juiz eleitoral de primeira instância julgou improcedente em segunda instância TRE julgou diferente e pela procedência recorremos o TSE através de sua Presidência não acatou nem mesmo em levar a plenário então como de direito recorremos ao STF que ainda analisa o nosso recurso e ainda não tem decisão. Se for declarado inelegível virei a público e direi mas tenho certeza que seria injusto pois a propaganda que fiz fora paga com meus recursos em data antes da vedada pelo período eleitoral e propaganda daquilo que eu junto com minha equipe realizamos na Cidade o que é comum em todos os lugares tomadas”, comenta.

A decisão se Capato ficará ou não inelegível para o próximo pleito depende do Supremo Tribunal Federal (STF).

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.