21/12/2017

Câmara contratará empresa para investigar contas internas em Artur Nogueira

Segundo Ermes Dagrela (PR), Legislativo fará uma reforma administrativa, pois há suspeita de mau uso do dinheiro público

Da redação

A Câmara Municipal de Artur Nogueira abriu licitação para contratar uma empresa que preste serviços na área de assessoria contábil. Numa discussão em rede social, o presidente da Casa, Ermes Dagrela (PR), afirmou que o Legislativo municipal fará uma reforma administrativa, pois há suspeita de mau uso do dinheiro público, com funcionários recebendo salários acima do teto estabelecido.

Segundo o documento, assinado por Dagrela (PR), o objetivo da contratação é fazer um diagnóstico da atual estrutura de cargos e apresentar uma nova proposta. O intuito, de acordo com o edital, é que se “possibilite uma maior flexibilização e aproveitamento dos recursos humanos”.

O período aberto para entrega de propostas se encerra nesta quinta-feira (21).

Discussão

No Facebook, um perfil falso acusou o presidente da Câmara de estar “torrando dinheiro público”, sob o argumento de que o serviço contratado já é realizado pelos funcionários da Câmara. A acusação também aponta que, em três anos, seriam gastos R$ 240 mil, já que a modalidade da licitação é Carta Convite, cujo limite de gasto é de R$ 80 mil por ano.

Dagrela (PR) usou seu perfil na rede social para rebater as acusações. Ele explicou que o serviço será feito apenas uma vez, não em todo o mandato. Portanto, segundo ele, serão gastos apenas R$ 80 mil, numa única contratação.

“A Câmara Municipal fará uma reforma administrativa, pois temos a suspeita de mau uso do dinheiro público”, asseverou o parlamentar. Dagrela (PR) afirmou que há funcionários com salários superiores ao teto estabelecido, com gratificações salariais de 100%.

O vereador destacou que o orçamento de um ex-presidente foi reprovado pela Tribunal de Contas do Estado de São Paulo e que a investigação também deve apurar qual foi o valor gasto na construção do atual prédio da Câmara. “A empresa fará um pente fino para saber o que está em ordem e o que está errado! Nosso povo deve estar ciente sobre o que foi gasto nas últimas legislaturas, afinal, é dinheiro público”, enfatizou Dagrela (PR).

Ele também questionou as motivações do perfil falso para as acusações. “Será que algum ex-presidente está com tanto medo que faz ataque por trás de perfil falso? O Tribunal de Contas já reprovou um orçamento de gestões passadas, eu quero transparência e vou prestar contas à população”, se defendeu.

As informações sobre os gastos com funcionários do Legislativo são públicas e podem ser acessadas no site da Câmara. Na página, é possível visualizar a remuneração detalhada de cada servidor, a Tabela de Referências Salariais de 2017 e o Quadro de Subsídios e Remunerações dos empregados da Casa de Leis.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.