12/06/2013

Cai número de casamentos realizados em Artur Nogueira

Em duas décadas registro de uniões oficiais caiu 21%

O número de casamentos realizados em Artur Nogueira caiu se comparado há duas décadas. Em 1992, foram registrados no município 427 casamentos contra 339 realizados no ano passado, 20 anos depois.

Os dados representam 21% de uniões oficiais a menos comparados à uma época em que Cartório de Artur Nogueira também era o responsável pelos atos praticados por Holambra e Engenheiro Coelho.

Em 2011, foram registrados 369 cerimônias. Em 2013, até hoje, o Cartório realizou apenas 83 casamentos.

O oficial de Registro Civil e tabelião de Notas de Artur Nogueira, Fernando Marchesan Rodini Luiz, explica a queda do número de casamentos no município. “Essa queda dos últimos 20 anos ocorreu justamente pelo aumento das uniões informais. As pessoas deixaram de se casar para se juntar informalmente”, afirma o tabelião.

Segundo Fernando, as Leis e as decisões judiciais vêm assegurando os mesmos direitos daquelas pessoas casadas das que vivem em união informal. “Embora continuo entendendo que o casamento ainda seja uma instituição forte e sólida”, conclui o tabelião.

O juiz de Paz de Artur Nogueira, Dr. Éric Lucke, concorda. “Apesar do passar dos anos, a família legalmente constituída, formada a partir do casamento civil, ainda é uma instituição forte, geradora de direitos e obrigações, pilar sobre o qual se firma a sociedade organizada”, afirma o juiz.

Outro dado a ser considerado é que já foram realizados duas edições do Casamento Comunitário em Artur Nogueira, em 2011 e 2012, que oficializou a união de 56 casais nogueirenses. Segundo o Cartório, o evento deve repetir neste ano entre setembro e outubro.

História

Desde 1917, quando o Cartório de Registro Civil de Artur Nogueira foi criado, já foram registrados aproximadamente 9.200 casamentos. O primeiro registro é do casal Sebastiana da Silva com Gustavo Muller Júnior que casaram no dia 15 de dezembro de 1917, há 95 anos.

Casamento homoafetivo

Após a decisão do Supremo Tribunal Federal, que permite a oficialização do casamento homoafetivo, o Cartório de Artur Nogueira realizou duas cerimônias com pessoas do mesmo sexo – todas mulheres.


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.