05/08/2016

Bruno “Brasileiro” deixa hospital e relata acidente que sofreu em Artur Nogueira

Nogueirense teve alta médica nesta semana e se recupera em casa com o auxílio de familiares.

Diego Faria

IMG_0897-1470417987

O motoboy Bruno Magioli Ramiel, o “Brasileiro”, de 26 anos, recebeu alta médica na tarde desta quarta-feira (3), após permanecer por nove dias em coma induzido. Ele sofreu um acidente ao cair de uma altura de cerca de oito metros. Agora, Brasileiro se recupera em casa com cuidados de familiares e apresenta grande evolução no quadro de saúde sem resquícios de sequelas.

Ele recebeu a equipe do Portal Nogueirense e contou sobre a experiência que passou. O acidente ocorreu na madrugada do dia 16 de julho, enquanto subia em uma espécie de elevador externo utilizado para o transporte de mercadorias, instalado na casa de um amigo. Brasileiro estava na companhia do amigo João Paulo Macedo, um empresário de 31 anos, que veio a óbito devido a queda.

O motoboy se recorda vagamente do que houve antes do acidente. “Eu me lembro que cheguei e parei a moto em frente da casa do Marcelo, depois do trabalho, só isso. Eu e o João estávamos subindo o elevador e caímos, mas até então não me lembrava dessa parte, depois que me contaram”.

IMG_0828-1470417981

Ele ficou sabendo do falecimento de João no domingo (31), ainda no Hospital da Unicamp, após um grupo de médicos e psicólogos o informarem sobre o que houve durante acidente. “Eu acordei e pensei que tinha sofrido um acidente de moto, daí eles me contaram o que de fato tinha acontecido”, relata. O elevador que Bruno subia na companhia de João cedeu e derrubou os dois no chão. João caiu diretamente ao solo e Brasileiro relata que chegou a bater em um muro, o que pode ter amortecido um pouco a queda.

Ao permanecer cerca de duas semanas em coma induzido, devido a um coágulo que se formou do lado direito da cabeça, Brasileiro passou por uma cirurgia e recuperou a consciência e os movimentos. “Os médicos me deram 10% de chance de vida. Devo tudo isso a Deus, a minha família e amigos, que me apoiaram e se esforçaram para me ampararem,” afirma.

Quando retomou a consciência, no dia 25 de julho, as primeiras pessoas que Brasileiro viu foi a mãe biológica Roseli, a irmã Tauane e a noiva Mikaela.

“Foi muito emocionante ver ele acordar. A recuperação dele foi surpreendente para nós,” relata a irmã Tauane Magioli Batista, de 28 anos. “Ficamos surpresos e ao mesmo tempo muito felizes,” acrescenta Mikaela Rodrigues dos Santos, de 17 anos, noiva de Brasileiro.

Capa 620-1470417967

Devido ao acidente, Brasileiro vai precisar seguir tratamentos de fisioterapia e fonologia, que devem contribuir com a recuperação da fala e dos movimentos que ainda estão um pouco abalados. Quando questionado sobre o que a vida agora representa, ele se resume em dizer que: “o amor da minha família é tudo”.

IMG_0883-1470417985 IMG_0867-1470417983

Na tarde de quarta-feira (6), Bruno recebeu alta médica e retornou para casa. Mesmo com a sensação positiva de estar de volta, ele sente muito pela morte do amigo João. “É um amigo que eu considero muito. Desejo força para a família dele, quero dizer que eles podem contar comigo e que lamento por tudo o que aconteceu,” reflete.

Em dezembro Brasileiro terá um retorno à Unicamp para uma avaliação em relação a cirurgia que passou para a retirada do coágulo que se formou do lado direito da cabeça. Parte do osso do crânio teve que ser retirado e, com o retorno, será decidido o implante de uma prótese no local. Ele não chegou a sofrer fraturas pelo resto do corpo.

IMG_0790-1470417977

Leia também: 

Bruno Brasileiro sai do coma induzido após quase 10 dias

.……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.