11/12/2019

Artur Nogueira tem 131 casos de desaparecimento de pessoas em 10 anos

De 2009 há setembro deste ano (2019), a Região Metropolitana de Campinas (RMC) ultrapassou 14 mil registros de desaparecimento

Da redação

Dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) apontam que os casos de pessoas desaparecidas em Artur Nogueira, no período de 2009 há setembro deste ano (2019), chegam a 131. Na Região Metropolitana de Campinas (RMC) essa estatística ultrapassa 14 mil casos.

A notícia repercutiu no portal de notícias da EPTV. Conforme a publicação, de 2009 e setembro de 2019, foram 14.502 casos de pessoas desaparecidas registrados pela Polícia Civil em toda a RMC. Somente em Artur Nogueira, houveram 131 casos registrados.

Campinas, a maior cidade da RMC com cerca de 1,5 milhão de habitantes, teve ao todo 6.329 casos de pessoas desaparecidas em  10 anos. Americana teve 1.157 casos, Cosmópolis 272, Engenheiro Coelho 38, Holambra 25, Hortolândia 1.220, Indaiatuba 863, Jaguariúna 170 registros, Monte Mor 146, Morungaba 13 casos, Nova Odessa 176, Paulínia 352, Pedreira 140 ocorrências, Santo Antônio de Posse teve 43, em Santa Bárbara d’Oeste foram 1.091, Sumaré 1.748, Valinhos 407 e Vinhedo 181. Itatiba foi único município da RMC que não esteve presente no levantamento.

O levantamento também constatou que a maioria das pessoas desaparecidas são adolescentes de cor branca, com idades entre 12 e 17 anos. Pessoas negras e pardas estão em seguida como maioria na estatística.

Caso Arieli

O caso de desaparecimento que mais teve repercussão em Artur Nogueira no período foi o da adolescente Arieli Pinheiro dos Santos. Ela desapareceu em 1° de outubro de 2018 e, até o momento, as autoridades e a família da jovem não obtiveram respostas sobre o paradeiro dela.

A menor, com 13 anos na época do desaparecimento, havia saído da casa onde morava no Parque Laranjeiras, por volta das 22h30, para utilizar o celular em frente à residência e não foi mais vista desde então. Assim que notaram a ausência da menina, e não conseguiram mais contato com ela, os familiares de Arieli procuraram a Polícia Civil da cidade e registraram um Boletim de Ocorrência (BO) devido ao sumiço.

Desde a ocasião, foi iniciada uma incessante procura dos familiares e da própria Polícia Civil à jovem, com o apoio da Polícia Militar (PM). Mas tais buscas não resultaram em nenhuma indicação do real paradeiro da jovem até a presente data.

Casos de desaparecimento e informações sobre o possível paradeiro de pessoas desaparecidas devem ser informados à Polícia Civil. Em Artur Nogueira, o setor policial pode ser contatado pelo telefone (19) 3877-1400.

…………………………

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.