29/01/2022

Artur Nogueira mantém creches fechadas por casos de Covid

Unidades voltam a funcionar na segunda-feira

Da redação

Pelo menos três creches de Artur Nogueira estão fechadas depois de registrarem casos de Covid-19 entre funcionários e crianças.  Outras unidades que também já registraram casos da doença retomaram as atividades.

De acordo com a Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Artur Nogueira, três unidades estão fechadas e voltam a funcionar em 31 de janeiro, são elas: Amazílio Teresani no bairro Bom Jardim, onde dois funcionários testaram positivo; Sueli Carmona no Parque das Flores, onde três funcionários positivaram e Maria Piva Tagliari no Itamaraty em que dois funcionários e quatro crianças testaram positivo. O funcionamento foi suspenso por sete dias e retomam na segunda-feira, 31 de janeiro.

Já a creche Denise Del Álamo Guarda no Jardim Carolina teve três funcionários positivados e as atividades retornaram nesta sexta-feira (28).

A creche São Francisco de Assis na área central registrou dois casos de Covid entre funcionários e retornou as atividades no último dia 26.

Segundo a prefeitura, as outras seis unidades permanecem funcionando normalmente.

Em 9 de janeiro, a Prefeitura anunciou a suspensão das atividades em cinco creches depois que casos de Covid foram registrados nos locais. Segundo a Vigilância Sanitária (VISA), o ideal é que “caso a unidade educacional apresente dois ou mais casos, a mesma deve ser fechada por 7 dias”.

Vacinação de crianças

Artur Nogueira está vacinando crianças de 5 a 11 anos com comorbidades e crianças de 11 anos sem comorbidades. A imunização ocorre em dois diferentes pontos da cidade, a sala de vacinação da UBS Terezinha Vicensotti e do Espaço Mãe e Filho. O atendimento é das 9h às 11h e de 13h às 14h.

O QUE LEVAR?

Para a criança se vacinar, será necessária a apresentação de CPF, certidão de nascimento ou RG e comprovante de residência. Além disso, é preciso que ela esteja acompanhada do pai/mãe ou do representante legal ou apresentar o termo de assentimento. No caso das crianças com comorbidades de 5 a 11 anos, é necessária a apresentação de receita e/ou carta médica.

Após a aplicação da vacina, a criança deverá aguardar no local por 20 minutos para que a equipe médica avalie alguma possível reação do imunizante.

INTERVALO

Segundo a Vigilância Sanitária (VISA), a vacina da Covid-19 pediátrica deve respeitar o intervalo de 14 dias para aplicação de qualquer outra vacina. E o intervalo entre uma dose e outra será de 8 semanas.

CRIANÇAS ACAMADAS

A Secretaria de Saúde orienta que os familiares das crianças acamadas devem procurar as unidades de vacinação para o agendamento da vacinação em casa.

LISTA COMORBIDADES

Insuficiência cardíaca
Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar
Cardiopatia hipertensiva
Síndromes coronarianas
Valvopatias
Miocardiopatias e pericardiopatias
Doenças da aorta, grandes vasos e fístulas arteriovenosas
Arritmias cardíacas
Cardiopatias congênitas
Próteses e implantes cardíacos
Talassemia
Síndrome de Down
Diabetes mellitus
Pneumopatias crônicas graves
Hipertensão arterial resistente e de artéria estágio 3
Hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo
Doença cerebrovascular
Doença renal crônica
Imunossuprimidos (incluindo pacientes oncológicos)
Anemia falciforme
Obesidade mórbida
Cirrose hepática
HIV

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.