16/06/2019

Artur Nogueira apresenta déficit de US$ 8,35 milhões na balança comercial

Município demonstrou queda de 30,94% em exportações e elevação de 43,39% em importações em comparação a 2018

Da redação

Artur Nogueira apresentou déficit na Balança Comercial no período de janeiro a maio de 2019. O movimento de exportações e importações do município rendeu um saldo negativo de US$8,35 milhões. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviço.

Conforme apontou a pasta ministerial, a cidade nogueirense contabilizou US$6,72 milhões em exportações e US$15,07 milhões em importações. O montante que qualifica se a cidade teve um superávit ou um déficit, é calculado subtraindo o valor adquirido por exportações com o valor das importações (exportações – importações = saldo). Dessa forma, se o município importou mais do que exportou, significa que ele registrou um déficit na balança comercial, ou seja, fechou com saldo negativo no período.

Um comparativo feito com o mesmo período do ano passado (2018), apontou que Artur Nogueira registrou, de um ano para o outro, uma variação negativa no saldo, já que em 2018, o município fechou os cinco primeiros meses do ano com 30,74% a mais em exportações. Em relação às importações, no mesmo período de 2018, a cidade teve um balanço de 43,39% a menos na categoria.

Dentre os produtos mais exportados pelo município estão os sumos de frutas (43%), seguido por óleos essenciais (17%). Já em importações, empilhadores lideraram a movimentação (20%).

No ranking de exportações do Estado de São Paulo, Artur Nogueira está em 190º lugar, já no campo de importações, a colocação do município está em 98º lugar. No quesito nacional, o município ocupa o 764º lugar em exportações e 319º lugar em importações. Com relação às 20 cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC), Santo Antônio de Posse (SP) apresentou o melhor resultado da região, com o saldo de US$ 28,6 milhões positivos.

Apesar do saldo negativo para Artur Nogueira, a cidade com o maior déficit da região foi Paulínia (SP), com um saldo negativo de US$989,8 milhões. Em seguida está Campinas (SP), com US$ 839,2 milhões. Se somado, o déficit de toda a RMC chega a US$3,6 bilhões.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Nogueirense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.